transferir
Economia Digital: “os dados são o novo petróleo”

Por: Michele Lins Aracaty e Silva

Economista, Doutora em Desenvolvimento Regional, Docente do Departamento de Economia da UFAM, ex-vice-presidente do CORECON-AM.

Economia do Carnaval

dinheiro-publico-usado-para-fazer-carnaval.jpg.756x379_q85_box-010720371_crop

O Carnaval representa um momento econômico relevante para o Brasil visto seus impactos sobre toda uma cadeia de atividades comerciais e de serviço, em especial, dentro da Economia Criativa.

A festa fomenta a geração de emprego e renda em segmentos como: turismo, hotelaria, pequenos negócios, bares, restaurantes, artesanato, segurança privada, transportes, passeios entre outros.

 No ano de 2023 o Carnaval movimentou R$ 8,2 bilhões ao longo dos dias de folia. Para 2024, espera-se algo em torno de R$ 9 bilhões de acordo com dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

  O segmento de serviços de todos os portes também se beneficiam da Economia do Carnaval. Para tanto, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL) levantou que em 2023, 75% dos empreendedores registraram crescimento das suas vendas no período do Carnaval e em 2024 o otimismo segue em alta.

   A movimentação nas cidades é expressiva e entre as que mais se destacam economicamente nos dias em que se festeja o Carnaval, destacamos: Recife (PE), Salvador (BA) e Rio de Janeiro (RJ) que constituem tradicionais destinos turísticos neste período.

  De acordo com a CNC para 2024 a previsão é que sejam criados mais de 70 mil postos de trabalho temporários durante as festividades. Para muitos temporários, é uma oportunidade de efetivação e de retomada para o mercado de trabalho.

Apesar das comemorações, as finanças não podem ser deixadas em segundo plano. Para quem vai aproveitar o Carnaval, a dica de ouro é: organizar as finanças e começar o ano no azul, longe das dívidas.

 Além do impacto econômico, o Carnaval é uma manifestação popular com relevância social e cultural que reflete a realidade e o cotidiano do povo brasileiro contribuindo para valorizar a diversidade sociocultural.             Por fim, o Carnaval no Brasil é responsável por gerar emprego, renda e oportunidades de negócios em toda a cadeia da Economia Criativa contribuindo de forma direta e indireta para o aprendizado histórico bem como para o fortalecimento da cultura regional.


Qual sua Opinião?

Confira Também