transferir
Amor e Economia: o impacto econômico do Dia dos Namorados

Por: Michele Lins Aracaty e Silva

Economista, Doutora em Desenvolvimento Regional, Docente do Departamento de Economia da UFAM, ex-vice-presidente do CORECON-AM.

Cadeias Produtivas Sustentáveis

Em 2021, durante a realização da Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP-26), os dirigentes das maiores economias do mundo discutiram a necessidade de ajustes econômicos em prol de atividades voltadas para cadeias produtivas mais sustentáveis.

Acerca das cadeias produtivas, a forma tradicional segue o modelo linear de produção: produzir, utilizar e descartar com impactos ambientais muitas vezes irreversíveis para o ecossistema.

No modelo econômico linear os produtos atingem o status de “fim de vida útil” e ao serem descartados, viram um problema de difícil solução visto o elevado volume de resíduos descartados que se avolumam em locais superlotados causando impacto ambiental.

Estamos cientes de que a cadeia produtiva tradicional “linear”, não atende mais aos anseios de uma economia que visa a preservação ambiental frente às questões econômicas: “nova sociedade econômica”.

Na nova sociedade econômica, o foco é a implementação de cadeias produtivas sustentáveis com base na Economia Circular que priorizem a redução, a reutilização e a reciclagem, sendo norteada pelos princípios da Agenda 2030 e pelo ODS – 12, consumo e produção sustentáveis.

Para tanto, a cadeia produtiva sustentável contribui para planejar um novo modelo de sociedade que busca otimizar materiais, energia e resíduos com foco na eficiência de recursos, possibilitando a conversão de resíduos em matérias-primas, prolongando assim, a vida útil de produtos e materiais.

Na atual conjuntura, o consumidor consciente vem exigindo cada vez mais a garantia de que estes produtos sejam realmente oriundos de cadeias produtivas sustentáveis. Acreditamos que num futuro próximo produções sem certificação de sustentabilidade não terão espaço no mercado.

Por fim, a sustentabilidade na cadeia produtiva vai além do rótulo e constitui um compromisso com a natureza e com o mercado consumidor do produto.


Qual sua Opinião?

Confira Também