Colunistas (post) (4)
Os amigos do professor Caraíba

Por: Luís Lemos

Professor, filósofo e escritor, autor, entre outras obras de: Filhos da quarentena - A esperança de viver novamente. Editora Viseu: Maringá-PR, 2021

Todo filósofo é ateu?

A professora Yasú iniciou sua aula, numa faculdade particular em Manaus, citando Aristóteles: “A felicidade é o fim que a natureza humana visa. E, a felicidade é uma atividade, pois não está acessível àqueles que passam sua vida adormecidos. Ela não é uma disposição. À felicidade nada falta, ela é completamente autossuficiente. É uma atividade que não visa a mais nada a não ser a si mesma. O homem feliz, basta a si mesmo”.

Um estudante levantou a mão e aparentemente interessado no assunto, perguntou: “Professora Yasú, para que serve Filosofia?”; em seguida outro estudante perguntou: “Por que eu, como futuro advogado, preciso estudar Filosofia?”; e outro: “Onde eu vou usar a Filosofia no meu trabalho?”; e mais outro: “Ganha-se dinheiro com Filosofia?”; e outro: “Porque há tanta injustiça no mundo?”; e mais outro: “Todo filósofo é ateu?”; indagavam os universitários.

A professora Yasú ouviu atentamente todos aqueles questionamentos e em seguida disse: “Muitas são as vossas dúvidas. Queria eu poder responder todos estes questionamentos, mas, infelizmente, como o nosso tempo é curto, não poderei atender a todos. E para otimizar o nosso tempo, começarei respondendo à primeira questão: “Para que serve Filosofia?”.

Em seguida, a professora Yasú abriu a sua mochila samsonite, que parecia uma biblioteca ambulante, pegou o livro “Convite à Filosofia” de Marilena Chauí, e começou a ler: “Se abandonar a ingenuidade e os preconceitos do senso comum for útil; se não se deixar guiar pela submissão às ideias dominantes e aos poderes estabelecidos for útil; se buscar compreender a significação do mundo, da cultura, da história for útil; se conhecer o sentido das criações humanas nas artes, nas ciências e na política for útil; se dar a cada um de nós e à nossa sociedade os meios para serem conscientes de si e de suas ações numa prática que deseja a liberdade e a felicidade para todos for útil, então podemos dizer que a Filosofia é o mais útil de todos os saberes que os seres humanos são capazes.”

E por fim, com voz de pastora radical, a professora Yasú enfatizou: “A Filosofia é o mais útil de todos os saberes que os seres humanos são capazes”. E repetia a frase como um mantra: “A Filosofia é o mais útil de todos os saberes que os seres humanos são capazes”.

Depois de recuperar o fôlego, ela voltou para a sua mesa, sentou-se, tomou um copo de água, e disse: “Quanto à pergunta: “Todo filósofo é ateu?, eu vos garanto que não, que nem todo filósofo é ateu. Agostinho de Hipona, por exemplo, era filósofo e não era ateu. Mendel que realizou estudos sobre hereditariedade usando ervilhas, os quais formaram, mais tarde, a base do que é conhecido hoje como Genética, era monge. Albert Einstein era judeu, assim como a filósofa Hannah Arendt”.

“Por outro lado – continuou a professora Yasú – existem sim muitos filósofos que são ateus. Nietzsche, por exemplo, dizia “Deus está morto” e “Não se pode acreditar num Deus que quer ser louvado o tempo todo”. Sartre também era ateu. Para ele, “Ser homem é tender a ser Deus; ou, se preferirmos, o homem é fundamentalmente o desejo de ser Deus”. Por fim, cito Simone de Beauvoir, escritora francesa, que também estudou e lecionou Filosofia. Ela era uma mulher independente, feminista, ateia e defensora do amor livre”, disse.

Houve uma pausa. Os acadêmicos estavam eufóricos com a aula da professora Yasú. Muitos, até, compreenderam perfeitamente que se eles estivessem dispostos a aceitar a verdade, que “a Filosofia é o mais útil de todos os saberes que os seres humanos são capazes”, enxergariam o poder e os prodígios da Filosofia em suas vidas, tanto pessoal como profissionalmente. E para finalizar sua aula, a professora Yasú citou, mais uma vez, Aristóteles: “A felicidade não se encontra nos bens exteriores”, foi aplaudida de pé.


Qual sua Opinião?

Confira Também

Os amigos do professor Caraíba

Ontem à noite eu tive um sonho, sonhei que Aristóteles, Francis Bacon, Sócrates, Friedrich Nietzsche, Platão, Mário Quintana, Millôr Fernandes, Milton Nascimento, Leonardo da Vinci,

Leia Mais