fbpx

Zé Ricardo e Sidney Leite contam porque Paulo Guedes não foi à Câmara nesta quarta (01)

”Ministro mentiu em nota e se recusou a ir depois de ter aceitado o convite”, afirmam

Novo requerimento será apresentado convocando o ministro

Os deputados federais Zé Ricardo (PT-AM) e Sidney Leite (PSD) esclareceram no início da tarde o motivo da ausência do ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta quarta-feira (1), pela manhã, na Câmara dos Deputados, onde iria falar sobre os decretos que reduziram as alíquotas do IPI e ameaçam a competitividade dos produtos da Zona Franca de Manaus. Informaram que Guedes enviou, por meio de sua assessoria, uma nota à Comissão de Indústria e Comércio afirmando que a liminar concedida pelo STF suspendeu a redução de IPI para todo o país. Sendo assim, não haveria o que debater.

O deputado Sidney Leite explica em vídeo (em anexo no final dessa matéria) as razões que o ministro Guedes apresentou para não comparecer e revela todo o processo que antecedeu a convocação concluindo que a nota endereçada não condiz com a verdade.

O deputado Zé Ricardo disse: “Ele fugiu do debate e ainda por cima mentiu na nota que enviou a esta Comissão, por meio da Assessoria Especial de Relações Institucionais, dizendo que a liminar concedida pelo STF suspendeu a redução de IPI para todo o país. Isso não é verdade. A Ação no Supremo é somente para proteger os produtos fabricados em Manaus. Por isso, vamos convocá-lo, porque deve explicações à população”, declarou Zé Ricardo.

Novo requerimento

De acordo com Zé Ricardo, nem a agenda oficial do ministro registrou o compromisso com os deputados federais, num claro desrespeito ao acordo de convite, previamente aceito por ele e pela vice-liderança de Bolsonaro na Câmara. “Foi tudo de forma premeditada. O ministro é inimigo do Amazonas. Continuaremos em constante defesa da Zona Franca, dos empregos, da economia do Estado, da UEA e do meio ambiente”. disse ele, que já apresentou à Comissão um novo requerimento de convocação.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.