Vereadores agridem esposas

Em Itacoatiara, vai haver pedido de cassação

Em Tabatinga, vereador bateu na filha do prefeito

Alessandra Luppo
Da redação do ÚNICO

Dois casos de violência doméstica envolvendo vereadores do interior do Amazonas aconteceram nesta última semana e, no caso de um deles, os membros do Legislativo Municipal abriram processo de cassação de mandato nesta segunda-feira (25).

O primeiro caso aconteceu em Tabatinga (a 1.100km de Manaus), no dia 19 de março, quando o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo César Pereira Bardales foi acusado de agressão por sua ex-esposa, Sayara Souza Bemerguy, que é filha do prefeito da cidade, Saul Nunes Bemerguy.

Segundo Sayara contou à polícia, o casal estava em processo de separação. Na data do ocorrido, Paulo César a teria agredido verbal e psicologicamente, tentando intimidá-la. Depois partiu para a cozinha da casa onde quebrou objetos e arremessou contra a mulher.

Pedro César usou as redes sociais para se defender e disse que ele é que era agredido pela ex-esposa (mostrou imagens de cortes e arranhões pelo corpo) e que ela não aceitava o fim do relacionamento. O caso ainda está sendo investigado pela polícia local.

Lei Maria da Penha

Em Itacoatiara (a 270 quilômetros de Manaus) a agressão aconteceu no último sábado, quando o vereador Sóstenes Adiel Pereira Batista, conhecido como Totti Adiel (Podemos) agrediu a mulher, quando ela pediu a separação.

O caso tomou conta das conversas e noticiários da Velha Serpa e chegou à Câmara Municipal nesta segunda-feira, onde pelo menos seis vereadores já se pronunciaram a favor da cassação do mandato de Totti Adiel. O pedido de abertura de processo de cassação será entregue ao presidente da Câmara e será votado em plenário, na noite desta segunda-feira (25).

Condenado

Totti Adiel tem uma condenação pela Lei Maria da Penha, por agredir uma ex-esposa, mãe de seus dois filhos. O julgamento aconteceu em janeiro do ano passado e a juíza do caso deu sentença de 15 dias de prisão por tratar-se de réu primário.

A deputada estadual Alessandra Campêlo, já avisou que vai pedir a expulsão do vereador Totti do Podemos, por conta da agressão doméstica.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *