Vereador questiona segurança do trabalhador na empresa Águas do Amazonas

Sassá da Construção Civil cobra explicações sobre acidente que matou um trabalhador

Ele diz que recebe denúncias de “condições insalubres” no ambiente de trabalho

O vereador Sassá da Construção Civil assumiu a tribuna na Câmara Municipal nesta segunda-feira (6) para lamentar a morte do bombeiro hidráulico Dionathan Raven Lemos de Souza, que aconteceu no último sábado (4) e cobrar da empresa Águas de Manaus o plano de segurança de trabalho de seus servidores. “Há tempos venho cobrando da Águas de Manaus um posicionamento a respeito da segurança do trabalho dos seus colaboradores. Recebo inúmeras denúncias de que os trabalhadores trabalham em condições insalubres, sem EPI e sem os devidos cuidados que deveriam ser tomados nas obras”, disse ele. “A consequência dessa irresponsabilidade foi a morte de um trabalhador e o sofrimento de uma família”, completou.

Dúvidas do vereador

O parlamentar questionou se a concessionária Águas de Manaus conta com a presença de engenheiro durante a execução das obras; como ocorre a fiscalização quanto ao uso de equipamentos de proteção individual (EPI); se existe, na empresa, a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA); e quais medidas estão sendo tomadas para evitar que outros acidentes ocorram. “Um acidente de trabalho não fica restrito apenas ao ambiente de trabalho, mas causa impactos também na família do acidentado”, destacou ele.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *