Três deputados federais são investigados por vandalismo

Eles são acusados de estimular as ações criminosas

André Fernandes (CE), Clarissa Tércio (PE) e a indígena Sílvia Waiãpi, do Amapá são acusados

Brasília (ÚNICO) – A Procuradoria-Geral da República (PGR) entrou com um pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) de investigação contra três deputados federais diplomados que incitaram os atos golpistas registrados em Brasília no último domingo (8). Apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro invadiram e depredaram os prédios públicos e históricos do Congresso Nacional, do STF e do Palácio do Planalto.
O pedido de inquérito cita André Fernandes (PL-CE), Clarissa Tércio (PP-PE) e Silvia Waiãpi (PL-AP) e tem como base publicações dos parlamentares nas redes socais. As mensagens, de acordo com a PGR, estimularam as ações criminosas de extremistas na Praça dos Três Poderes.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *