fbpx

Temporal mostra deficiência da Amazonas Energia

Mulheres amazonenses criam plataforma digital

Tribunal Eleitoral abre canal para denúncias de violência contra mulheres

Tradição do Carnaval de Manaus fica para o próximo ano

Rateio das sobras do Fundeb gera confusão no interior do Amazonas

Marcelo Amil vai a São Paulo articular pré-candidatura ao Governo do Amazonas

Maestro conta em livro sua emoção em reger a Filarmônica do Amazonas

Recuo nas licenças de garimpo esvazia ações de dois partidos políticos

Por Cláudio Barboza e Solange Elias, com as editoras do Único

Faltam investimentos da Amazonas Energia

O temporal que caiu ontem (27) sobre Manaus expôs a falta de investimentos da empresa Amazonas Energia. Boa parte da cidade ficou sem energia desde a manhã até o começo desta madrugada de terça-feira (28). Se a Amazonas Energia fizesse investimentos necessários para ligações subterrâneas, os fortes ventos não atingiriam o sistema com tanta intensidade. Mas a empresa insiste nas ligações convencionais, limitando-se ao básico de troca de postes que estão lotados de fios de outros prestadores de serviço que utilizam a mesma alternativa.

Preço da energia muito além do serviço

Paga-se um custo de energia alto em Manaus e a prestação de serviços da Amazonas Energia é alvo de reclamações constantes. O apagão de ontem (27) é apenas mais um capítulo nessa relação onde o consumidor paga muito caro por uma prestação de serviços aquém das necessidades. De acordo com a própria empresa, 380 mil consumidores ficaram sem energia.

Sinal de alerta

Os ventos fortes em Manaus começaram a se tornar mais intensos nos últimos anos e tendem a aumentar. Uma das razões, pode ser a eliminação de áreas verdes que serviam como uma espécie de paredão reduzindo a força dos ventos.
De acordo com a Defesa Civil da capital, durante todo o dia de ontem foram registradas 34 ocorrências, a maioria por destelhamento, e logo em seguida árvores caídas, alagamentos, deslizamentos e queda de muro.

Mulheres de Manaus criam plataforma digital

Artistas mulheres amazonenses criaram o Sonoraplay, uma plataforma que mistura os conceitos de Netflix e Youtube, destinada a colocar no ar shows de artistas independentes, que garanta a monetização dos trabalhos de forma direta. Já gravou mais de 21 shows com artistas locais.

TRE-AM protege mulheres

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), desembargador Wellington Araújo, criou um canal para mulheres vítimas de violência registrarem denúncias. A “Ouvidoria da Mulher” é uma sugestão do desembargador Kon Tsih Wang e vai receber e encaminhar reclamações para os órgãos internos e externos do Tribunal.


Carnaval sem Kamélia

O presidente do Olímpico Clube, Almério Botelho, resolveu oficialmente: a chegada da Kamélia que há 88 anos abre oficialmente o carnaval de Manaus , no dia 8 de janeiro, foi cancelada. Em comunicado oficial explicou: “vamos manter nosso compromisso com o Carnaval Manauara, mas o momento requer muita resignação, prudência, amor à vida e ao próximo, respeitando a ciência”, disse ele.

Fundeb agita interior

A questão do rateio das sobras dos recursos do Fundeb entre professores e servidores da Educação nos municípios do interior está alcançando altas temperaturas, com gente saindo no tapa por causa da falta de transparência dos prefeitos. Em vez de esclarecerem o que fizeram com os recursos do Fundeb e porque não há sobras para dividir entre os professores, os prefeitos se escondem atrás de notinhas emitidas pela Associação Amazonense dos Municípios e ignoram os pedidos de explicações.

Agressão em Humaitá

Em Humaitá, o professor Alemão Barroso, liderou uma manifestação em frente à Prefeitura e deu entrada em uma ação no Ministério Público pedindo informações. Ontem à tarde, ele foi agredido pelo vereador Valdeir Malta (PL) em praça pública e os dois trocaram socos e pernadas.
O prefeito Dedei Lobo (PSC) não gostou, mas disse que vai pagar, sem esclarecer quanto, nem quando. E já começa outro round para saber qual será o valor.

Amil articula com a direção nacional


O pré-candidato ao Governo do Amazonas, Marcelo Amil, se reuniu com o dirigente nacional do Partido Socialismo e Liberdade (PSol), no Hotel San Raphael, em São Paulo (SP), Francis Mendes, de quem recebeu elogios: “Foi um ótimo encontro com o nosso pré-candidato ao Governo do Amazonas onde conversamos sobre as perspectivas e construção do PSol em 2022 para enfrentar a política tradicional do Estado. Discutimos o cenário no Amazonas e iniciamos a discussão de uma agenda para a militância local”, disse o dirigente.

Maestro lança livro

O maestro Júlio Medaglia, criador da Orquestra Filarmônica do Amazonas, lançou o livro de crônicas “Atrás da pauta – Histórias da Música” em que conta, em 178 textos, sua trajetória pelo mundo da música brasileira, pela qual é apaixonado. Medaglia descreve também sua emoção ao reger pela primeira vez a orquestra amazonense, no Teatro Amazonas.

Garimpo em terras indígenas

A pressão do Ministério Público Federal do Amazonas sobre as 21 autorizações de garimpo em terras indígenas, em São Gabriel da Cachoeira, surtiu efeito e o Gabinete de Segurança Institucional (GSI), comandado pelo general Augusto Heleno, revogou as licenças concedidas, esvaziando também duas ações movidas pelos partidos Rede Sustentabilidade e Partido Verde.

SIGA O PORTAL ÚNICO:
https://portalunico.com/

Facebook:
Facebook.com/portalunico.com

Instagram:
portalunico

Twitter:
@portalunico

FALE COM A GENTE

Solange Elias (EDITORA)
(92) 99105-7388

Guilherme Martins (TI/COMERCIAL)
(92) 99167-0515

CEO: Cláudio Barboza
(92) 99116-1777

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.