transferir
A importância das hidrovias

Por: Michele Lins Aracaty e Silva

Economista, Doutora em Desenvolvimento Regional, Docente do Departamento de Economia da UFAM, ex-vice-presidente do CORECON-AM.

Tecnologias Sociais em prol do Desenvolvimento Local Endógeno

noticia_04_8

Por MICHELE LINS ARACATY E SILVA

A ciência e a tecnologia estão cada vez mais presentes na vida das sociedades e constituem elementos essenciais para as mais variadas atividades humanas, produzindo grandes transformações na natureza bem como nas relações sociais.

As tecnologias são amplamente requisitadas socialmente com o objetivo de produzir um novo patamar de desenvolvimento participativo oportunizando conhecimento para todos. Neste cenário, temos as Tecnologias Convencionais (TC) e as Tecnologias Alternativas (TA) com destaque para as Tecnologias Sociais (TS).

Acerca das Tecnologias Sociais (TS) caracterizam-se como alternativas mais eficazes para a solução de problemas sociais sendo vetores para a adoção de políticas públicas que abordem a relação social da ciência e tecnologia objetivando o Desenvolvimento Local Endógeno.

Acerca do Desenvolvimento Local Endógeno este é definido como uma forma específica de desenvolvimento econômico que se sustenta a partir da mobilização de recursos do próprio local ou território além de levar em consideração os conhecimentos tradicionais, locais e culturais.

A Teoria do Desenvolvimento Local Endógeno surgiu em contraposição aos modelos clássicos de crescimento e visa a identificação de potencialidades regionais que possam alavancar o desenvolvimento do local. O Desenvolvimento Local, por sua vez, se bem implementado, possibilita a elevação da produtividade, da competitividade, a distribuição de renda e possibilita impacto ambiental reduzido.

Assim, este tipo de desenvolvimento deve valorizar e incorporar relevantes fatores de produção, com destaque para: capital humano, ciência e tecnologia, pesquisa e desenvolvimento, conhecimento e informação, instituições e meio ambiente uma vez que a combinação destes contribuem para acionar o núcleo criador e criativo da sociedade.

O Desenvolvimento Local Endógeno impulsiona a ampliação do emprego, do produto e da renda do local ou da região, seguindo um processo que vem de dentro pra fora e de baixo para cima: alocação de recursos, política econômica e ativação social.

Assim, podemos concluir que as Tecnologias Sociais constituem uma forma assertiva para se alcançar o Desenvolvimento Local Endógeno uma vez que, fomentam a participação direta da população bem como uma maior utilização do potencial existente no território. Como resultado, teremos rendimentos crescentes, impacto social através das experiências e saberes locais e lá no final da cadeia um amplo processo de transformação social e proteção ambiental.

MICHELE LINS ARACATY E SILVA, Economista, Doutora em Desenvolvimento Regional, Docente do Departamento de Economia da UFAM, ex-vice-presidente do CORECON-AM.


Qual sua Opinião?

Confira Também