Suframa visita fábrica da Harley-Davidson no Polo Industrial de Manaus

A fábrica instalada em Manaus produz 17 modelos de motos

Superintendente Bosco Saraiva chama atenção para a importância do Polo de Duas Rodas

A Superintendência da Zona Franca de Manaus realizou uma visita à fábrica da Harley-Davidson, integrante do segmento de Duas Rodas do Polo Industrial de Manaus.
A ação faz parte das atividades contínuas de aproximação entre a Autarquia e o PIM, principal motor econômico da Zona Franca de Manaus.

O encontro foi conduzido pelo diretor de Operações da Harley-Davidson, Eduardo Maeda, e sua equipe. A comitiva da Suframa foi composta pelo superintendente da Autarquia Bosco Saraiva, pelos superintendentes-adjuntos Executivo, Luiz Frederico Aguiar, de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica, Waldenir Vieira, de Projetos, Leopoldo Montenegro e de Administração, Carlito Sobrinho, acompanhados pelo coordenador-geral de Recursos Humanos, José Marques e o assessor técnico, Ozenas Maciel.

A Harley-Davidson, empresa de origem americana fundada em 1903, teve seu projeto aprovado na Suframa em 1988, iniciando suas operações no ano seguinte no Polo Industrial de Manaus. Localizada na Estrada do Turismo, bairro Ponta Negra, zona Oeste de Manaus, a unidade fabril produz motocicletas acima de 450 cilindradas, conforme o Processo Produtivo Básico (PPB).

A Harley-Davidson conta com uma produção mensal de cerca de 220 motos e uma variedade de 17 modelos distintos. Opera em horário comercial de segunda a sexta-feira, contando com 91 colaboradores, incluindo terceirizados.

Durante a visita realizada na sexta-feira (5) , o superintendente da Suframa, Bosco Saraiva, reiterou o compromisso da Autarquia em oferecer apoio e colaboração à fábrica e ao segmento como um todo. “Duas Rodas é um importante segmento do Polo Industrial de Manaus por concentrar quase toda a produção de bens finais no nosso PIM, além de grande parte dos fornecedores de insumos, adensando a cadeia produtiva. Estamos à disposição para colaborar no que for possível com vistas ao desenvolvimento da nossa região”, destacou.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *