Suframa recebe diplomatas da China

Chineses querem saber como funciona a Zona Franca

Autoridades não descartam ingresso de novos investimentos chineses

O superintendente da Suframa, Bosco Saraiva, recebeu representantes do Departamento Econômico e Comercial da Embaixada da China no Brasil, a ministra-conselheira Shao Yingjun, e a adida civil, Ma Jiacheng.

As diplomatas chinesas fizeram perguntas sobre a ZFM e a respeito das empresas do país já instaladas no Polo Industrial de Manaus.

A equipe técnica da Suframa informou que, atualmente, há 23 empresas chinesas num universo de mais de 500 indústrias instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM).

Aula de Zona Franca

As representantes da Embaixada da China no Brasil receberam uma apresentação resumida sobre a ZFM, com ênfase nos principais incentivos fiscais e possibilidades de investimentos no ecossistema de inovação, a partir da Lei de Informática da ZFM. Também foi entregue uma cartilha didática elaborada pela Autarquia sobre a ZFM voltada para potenciais investidores.

Visitas às fábricas

Bosco Saraiva ressaltou que a Suframa está à disposição para esclarecer questões relativas ao modelo de desenvolvimento e propôs ao governo chinês a organização de uma comitiva empresarial para conhecer in loco a ZFM, com inclusão de visitas guiadas a fábricas.

As diplomatas demonstraram aprovação da ideia e combinaram contatar a Autarquia para o agendamento de uma data para o evento, ainda no primeiro semestre do próximo ano.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *