Suframa faz ação para abraçar estados da Amazônia Ocidental e Amapá

Programa busca mostrar oportunidades para empresários, governos, estudantes e profissionais das mais diversas áreas

Superintendente Bosco Saraiva diz que o trabalho é fundamental para integrar interesses da região

A programação e o cronograma de atividades da segunda edição da Jornada de Integração Regional, foram definidas pela Suframa. O evento foi idealizado para promover maior articulação com os estados da Amazônia Ocidental e Amapá.
Busca também divulgar os benefícios da Lei de Informática da Amazônia, aprimorar a política de Pesquisa, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PD&I) e detalhar os incentivos fiscais disponíveis na região.

Oportunidade para todos

A programação foi elaborada para evidenciar oportunidades para empresários, comerciantes, governos, estudantes e profissionais das mais diversas áreas.
A jornada é dividida em dois dias, com palestras e exposições ministradas por especialistas da Suframa e seus parceiros em cada estado de abrangência da Autarquia.

Começo em Itacoatiara

O cronograma previsto para 2024 tem início em Itacoatiara (a 170 quilômetros de Manaus), no dia 7 de março. Depois segue para Boa Vista, nos dias 20 e 21 de março. Posteriormente, será a vez de Porto Velho receber o evento nos dias 17 e 18 de abril, seguido por Macapá nos dias 22 e 23 de maio, e encerrando em Rio Branco, nos dias 13 e 14 de junho.


No primeiro dia, os participantes têm a oportunidade de conhecer os benefícios da lei de Informática, a política de PD&I administrada pela Suframa e ações estruturantes voltadas ao desenvolvimento regional.


No segundo dia, o foco é direcionado aos incentivos fiscais, importância estratégica do cadastro na Suframa e apresentação das etapas necessárias para que projetos industriais e agroindustriais obtenham os incentivos fiscais.

Bosco Saraiva mostra a estratégia

Segundo o superintendente da Suframa, Bosco Saraiva, a jornada faz parte do Plano de Integração Regional e Interiorização do Desenvolvimento (PIRD) e é uma iniciativa estratégica da Autarquia para promover maior alinhamento com os estados da Amazônia Ocidental e Amapá.
“Na primeira edição, as jornadas realizadas no Amapá, em Roraima, no Acre e em Rondônia, além de Manacapuru e Iranduba no Amazonas, foram fundamentais para demonstrar a atuação da autarquia na região, divulgar oportunidades de financiamento de projetos e fomentar o ecossistema de pesquisa, desenvolvimento e inovação local. Além disso, contribuíram com a intensificação da relação institucional entre Autarquia e os governos estaduais e municipais, institutos, e também ajudou a fortalecer a parceria com outros entes atuantes no processo de desenvolvimento da região, entre eles, o Banco da Amazônia e a Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) ”, explicou o superintendente.

Números mostram resultados

Um dos resultados mais significativos das jornadas foi o aumento no número de empresas cadastradas na Suframa. Em 2023, foram registrados 6.044 novos cadastros de novas empresas, totalizando 49.044 empresas ativas, responsáveis pelo internamento de mais de R$ 56 bilhões nos cinco estados de atuação da autarquia.


Outra demonstração de impacto direto do evento é aumento da participação dos Institutos de Ciência e Tecnologia (ICTs) localizados fora de Manaus no rol de instituições credenciadas no Comitê das Atividades de Pesquisa e Desenvolvimento na Amazônia (Capda).
Entre as diversas instituições que receberam visita da Suframa no âmbito da jornada de integração regional, cinco delas foram credenciadas no Capda entre o fim de 2023 e início de 2024, sendo quatro ICTs localizados no Amapá, Rondônia e Roraima e a primeira incubadora de empresas nascentes de base tecnológica (startups) localizada fora de Manaus, no Acre.


O credenciamento permite o recebimento dos recursos provenientes dos investimentos realizados pelas empresas de desenvolvimento ou produção de bens e serviços de informática como contrapartida aos benefícios fiscais previstos na Lei de Informática.

Novidade para os participantes

Uma novidade deste ano é que os participantes inscritos nas Jornadas receberão da Suframa receberão um certificado de “Agente do Desenvolvimento Regional”.
“O propósito é estabelecer uma rede de contatos na qual os integrantes podem atuar como disseminadores das informações recebidas durante o evento. Além de servir como um mecanismo adicional de aproximação institucional da Suframa com a sociedade de toda região”, explicou o superintendente-adjunto Executivo, Frederico Aguiar.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *