Startup vai plantar mil árvores em escolas da zona rural de Manaus

Iniciativa faz parte de convênio assinado entre o Tribunal do Trabalho e Semed

O acordo inclui aulas de artesanato, biojoias e empreendedorismo

O Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (TRT-11) e a Secretaria Municipal de Educação (Semed), assinaram convênio com a startup Tree Earth, para plantio de mil mudas de árvores nativas da Amazônia em nove escolas da zona rural de Manaus. Além do plantio, a Tree Earth vai levar às escolas municipais do bairro do Puraquequara, educação ambiental, justiça trabalhista e capacitação empreendedora.

Barco Escola

A ação ambiental vai empregar o Barco Escola da startup Tree Earth, que também fará o georreferenciamento das mil mudas plantadas em nove escolas da zona rural de Manaus, na primeira etapa do projeto. O Termo de Cooperação Técnica, Científica e Cultural, assinado nesta quinta-feira (14), autoriza a iniciativa em 16 escolas da área do Lago do Puraquequara, na zona rural de Manaus.

“O convênio habilita o Barco Escola Tree Earth a levar educação empreendedora, capacitação em artesanato e biojoias, e palestras de trabalho decente e educação ambiental para 16 escolas. Neste primeiro momento, vamos atender 9 unidades de ensino, levando capacitação de forma itinerante”, explicou o CEO da startup, Vicente Tino.

O projeto

A parceria entre TRT-11, Semed e a startup Tree Earth prevê a recuperação ambiental de áreas degradadas, educação ambiental, compensação ambiental para a ISO 14.000 e o GHG Protocol, que é o Protocolo de Gases do Efeito Estufa.

Na primeira etapa, está prevista a capacitação de 90 alunos de comunidades ribeirinhas, com o objetivo de fortalecer a bioeconomia da região.

Além disso, o projeto deve atender a 8 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU): Erradicação da pobreza; Educação de qualidade; Trabalho decente e crescimento econômico; Redução das desigualdades; Ação climática; Vida terrestre; Proteger a vida marinha; Parcerias e meios de implementação.

Projeto iniciado

O projeto foi iniciado nesta quinta-feira, na Escola Santa Luzia, no Puraquequara, onde foram plantadas mudas de Cedro-vermelho, Ipê-branco, Jenipapo, Biribá, Caju e Açaí-de-touceira.

Estavam presentes o presidente do TRT-11, Audaliphal Hildebrando, a ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Dora Maria da Costa, a secretária municipal de Educação, Dulce Almeida, representante do Ministério Público do Trabalho, entre outros.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *