PRIMEIRA MÃO

Sidney Leite diz que presidente do Banco Central está colocando o país de joelhos

Deputado federal Sidney Leite critica política de juros altos do Banco Central (Foto: Agência Câmara)

Wilson Lima anuncia plano de emergência contra a seca

Ministério Público Federal quer a prisão do prefeito do Rio Preto da Eva; ele está nos Estados Unidos

Deputados não gostaram nem um pouco de comunicado do subsecretário de saúde estadual

A falta do discurso em defesa do Meio Ambiente na Assembleia

Funai contorna conflito entre Matis e Korubos, no Amazonas

Artistas do Cláudio Santoro fazem espetáculo gratuito de coral e violão, hoje

Por Claudio Barboza e Solange Elias, com editorias do Único

Sidney cobra mudança no Banco Central

O deputado federal Sidney Leite (PSD) disse que se nada for feito, “o trabalhador, o pobre, vão trabalhar para atender a Faria Lima” – avenida de São Paulo que é o maior centro financeiro do país. A observação foi feita em relação à elevada taxa de juros que o Banco Central mantém, estimulando a alta de inflação no país. Sidney Leite fez o comentário, durante audiência pública da Comissão Mista de Orçamento, ontem (12) em Brasília.

Plano emergencial

Serão aproximadamente R$ 100 milhões que o governo do Amazonas irá disponibilizar para enfrentar a seca no estado. Wilson Lima assinou decreto de Emergência Ambiental para atender municípios da Região Sul do estado e da Região Metropolitana de Manaus, afetados pela queimada e, de quebra, anunciou o socorro aos municípios atingidos pela estiagem. Trinta órgãos da administração direta e indireta do governo vão participar das ações.

Prisão do prefeito

O Ministério Público Federal está pedindo cinco anos de prisão para o prefeito do Rio Preto da Eva, Anderson Sousa. No momento, Anderson está nos Estados Unidos, participando do Programa Epic Innovation For Cities, um programa que se anuncia como formulador de propostas modernas para cidades.

Deputados reagem a mensagem de subsecretário

Mesmo os deputados da base governistas não gostaram da manifestação do subsecretário de saúde, Jani Kenta Iwata. Ele encaminhou correspondência à Comissão de Saúde da assembleia, cancelando fiscalizações da comissão parlamentar na rede pública, que seriam realizadas. Alguns deputados comentaram que por trás do comunicado está o secretário de saúde do estado, Anoar Samad, que “parece interessado em esconder algumas coisas”, disseram.

Falta discurso sobre meio ambiente

A Amazônia mais do que nunca é pauta mundial. Há uma seca extrema se alastrando nos rios da região e não falta fumaça e focos de fogo em vários municípios, a começar por Manaus, mas percebe-se muito claramente que os deputados estaduais passam longe desses temas. Quando abordam são discursos generalistas, sem profundidade e ausência de propostas, com raras exceções.

Pacificação no Vale do Javari

Um conflito de território que acontece há anos entre os povos Matis e Korubo, na Terra Indígena do Vale do Javari, caminha para se encerrar, a partir de uma reunião entre as lideranças, intermediada pela Funai. A Fundação propôs o compartilhamento pacífico da área e, ao que tudo indica, há boa vontade dos dois lados.

Espetáculo Anos 80

Nesta quarta-feira (13), às 20h, o Coral Adulto e a Camerata de Violões do Liceu Cláudio Santoro dividirão a noite com os espetáculos “Anos 80” e “Tocando Amazônia”, com entrada gratuita. Com o Coral Adulto, o público poderá sentir nostalgia com músicas como “Biquini de Bolinha Amarelinho”, “Dancing Queen” e “Whisky A Go Go”. Já a Camerata de Violões propõe uma imersão amazônica com melodias como “Farinha” e “Não Mate a Mata”.

FALE CONOSCO

Solange Elias (EDITORA)
(92) 99105-7388

Guilherme Martins (TI/COMERCIAL)
(92) 98638-5707

CEO: Claudio Barboza
(92) 99116-1777


Compartilhe >
Facebook
Twitter
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *