Setor de cultura apresenta propostas para a Prefeitura de Manaus

Artistas pedem compensação por suspensão de festividades onde iriam atuar

Fórum vai reabrir os debates em torno de uma lei municipal de incentivo à cultura

O Fórum de Cultura de Manaus – formado por artistas de todos os segmentos culturais da capital – se reuniu com o presidente e o vice-presidente da ManausCult, Alonso Oliveira e Cristian Ávila, para apresentar propostas para atendimento às necessidades do setor que, com o cancelamentos das festividades do fim de ano, está passando por retração completa.
Os artistas sugeriram que fosse criado um “pacote” com uma parte da verba que seria usada nas festas de Natal e Réveillon e que um novo edital, adaptado à pandemia, pudesse ser lançado para que eles tivessem acesso a novos financiamentos. Segundo o Fórum, há ainda recursos do Fundo de Cultura que não foram utilizados este ano e o valor do orçamento de 2022 destinado à ManausCult, que também podem ser utilizados para socorrer os artistas. A pauta foi aceita pela ManausCult e será levada ao prefeito David Almeida.

Política de cultura

Em outra frente de ativismo, o Fórum de Cultura quer reabrir os debates sobre a lei de incentivo que está tramitando desde 2017, sem conclusão, o que atrapalha o setor de conseguir novos recursos para seus projetos.Ainda este ano uma nova reunião deve acontecer para dar início a essa discussão.

Só o Pará recebe

Segundo dados levantados pelo Fórum de Cultura, os setores de arte do Amazonas deixam de participar de editais que beneficiam os projetos de diversas manifestações das artes por exigirem uma lei municipal de incentivo à cultura, que ainda não existe.
A falta da lei faz com que só o Estado do Pará, em toda a Região Norte, receba os valores destinados para a cultura das verbas federais. São mais de R$ 120 milhões, sendo que parte desse valor é devolvido, porque o estado vizinho não tem movimento cultural suficiente para assimilar todos esses recursos.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *