Servidores lutam para reativar Funasa

Eles farão manifestação nesta quarta-feira

O órgão foi extinto, recriado, mas não funciona

Solange Elias
Da redação do ÚNICO

Os servidores da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), com sede no bairro da Glória (Zona Oeste de Manaus), marcaram para esta quarta-feira (27) uma manifestação em favor da reativação da entidade.

O ato público – comandado pelo Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Amazonas (Sindsep-AM) – pretende chamar atenção para a situação dos servidores que embora lotados em um órgão federal, ele não funciona.

Órgão está desestruturado

Segundo relato do secretário-geral do Sindsep-AM, Walter Matos, no início da gestão Lula 3, um dos primeiros atos do governo foi extinguir a Funasa, órgão ligado ao sistema de saúde nacional.

“Com a luta dos servidores e a pressão de parlamentares do Congresso Nacional, o órgão foi recriado. No entanto, ainda está desestruturado e sem poder atuar com o peso de antes do ato governamental”, revelou.

“A Funasa não foi extinta, mas eles não a reestruturaram, de fato. Nós queremos a reestruturação da Funasa, que o órgão tenha um superintendente titular. Queremos mais, que seja da casa. Essa é a nossa posição”, definiu Matos.

Reivindicações

O dirigente sindical adiantou que a pauta de reivindicações da categoria está centrada em três aspectos: a reestruturação da Funasa, a nomeação de um superintendente titular e retirada da ameaça de perda da gratificação de desempenho para os servidores.
Com a extinção da Funasa, os servidores passaram a ser lotados no Ministério da Saúde e a lei prevê que a transferência de um órgão para o outro, resulta em perda da gratificação de desempenho.

Com informações da assessoria/Sindsep


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *