Seca: três calhas vão entrar em emergência, em julho

Anúncio foi feito pelo governador Wilson Lima

Governo Lula assina editais para contratação de dragagem nos rios

Alessandra Luppo
Da redação do ÚNICO

O governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou que no próximo mês de julho vai decretar Estado de Emergência nas calhas dos rios Solimões, Juruá e Purus em função da seca que já baixou o nível das águas nesses cursos e está afetando diretamente a população dos municípios dessas calhas.

O decreto de Emergência abre tratativas com ministérios e outros órgãos do Governo Federal para iniciar ações de ajuda às famílias afetadas.

O anúncio foi feito ontem à noite, durante a assinatura do edital do Governo Federal que regulamenta a contratação de empresas que realizarão serviços de dragagem e supervisão em quatro trechos dos rios Solimões e Amazonas.

Assinatura do edital

A assinatura do edital aconteceu na noite desta quarta-feira, em cerimônia de videoconferência, da qual o governador Wilson Lima participou. O Ministério dos Transportes e o Ministério dos Portos e Aeroportos fizeram o lançamento dos editais de licitação para execução de serviços de dragagem para garantir a navegabilidade dos rios Amazonas e Solimões durante a estiagem.

Recursos

O Dnit anunciou que o investimento previsto para esse projeto de infraestrutura está estimado em cerca de R$ 500 milhões, destinados a um período de cinco anos.

Licitação nos próximos dias

A licença ambiental já foi obtida e o processo licitatório, que ocorrerá na modalidade de pregão, está previsto para os próximos dias, com expectativa de início dos serviços no segundo semestre de 2024. Além de garantir a vitalidade econômica da Região Amazônica, tais medidas têm o objetivo de minimizar os impactos das condições climáticas adversas, reforçando a infraestrutura de transporte fluvial como elemento fundamental para o desenvolvimento sustentável da região.

Com informações da Secom/AM e Dnit


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *