Qual é o efeito do calor no corpo humano?

O superaquecimento pode causar até a morte

Veja quais devem ser os cuidados para os dias mais quentes

O calor extremo que tem tomado conta do Brasil – em algumas regiões menos intensamente – tem gerado avaliações de especialistas que buscam alertar a população sobre os cuidados que devem ser adotados nesse período.

Estar exposto – especialmente nos horários de pico do calor, entre 12 e 16 horas – pode causar alterações no organismo que oferecem risco à saúde, principalmente para grupos com saúde mais frágil, incluindo idosos, pessoas com comorbidade, e crianças pequenas.

O que acontece no calor extremo?

Quando o corpo está em estresse térmico, ou seja, é exposto a temperaturas extremas, ele passa por uma série de adaptações fisiológicas para regular a temperatura interna.

No caso da exposição ao calor, a primeira reação do organismo é dissipar calor através do suor e da dilatação dos vasos sanguíneos periféricos para liberar calor para o ambiente.

Cuidado com o superaquecimento

No entanto, em temperaturas muito altas, especialmente quando também está úmido, o mecanismo de resfriamento do suor pode se tornar ineficaz, levando ao superaquecimento corporal, insolação e possíveis danos aos órgãos.

Outro risco, é a desidratação devido ao aumento da sudorese.

A depender da temperatura, os sinais vão de câimbra (por falta de eletrólitos, eliminados no suor), a sede intensa e fadiga.

“Outros sintomas mais graves, como tontura, náuseas ou vômitos também podem aparecer. Se a pessoa não conseguir aliviar esse calor, o quadro pode evoluir para choque térmico, com confusão mental, convulsões, e seguindo para a falência de múltiplos órgãos e óbito”, explica Lucas Albanaz, clínico geral, coordenador da clínica médica do Hospital Santa Lúcia, de Brasília.

Riscos maiores

Os riscos são maiores para pessoas com comorbidades, pessoas idosas, especialmente aquelas com saúde fragilizada, crianças (por ainda estarem com o organismo em formação), trabalhadores que precisam se expor ao sol (como vendedores ambulantes), e aqueles que fazem uso de medicações que por algum motivo os tornem mais vulneráveis ao calor.

“É o caso de pacientes que tomam remédios diuréticos, por exemplo. Eles naturalmente já perdem mais água, e precisam de cuidado extra com hidratação”, aponta Daudt.

Como se proteger do calor intenso

“A palavra de ordem é hidratação, que deve ser feita principalmente pela ingestão de líquidos. Também é indicado hidratar a pele, com cremes, as narinas, com soro fisiológico, e os olhos, com colírio. Essas partes do corpo também são afetadas”, diz Albanaz.

Veja as dicas da Organização Mundial da Saúde:

Mantenha sua casa fresca

Tente manter a temperatura abaixo de 32°C durante o dia e 24°C à noite, especialmente para crianças, idosos e pessoas com problemas de saúde crônicos;

Evite o calor

Procure os lugares mais frescos da casa, especialmente à noite; Se a sua casa não estiver fresca, passe algumas horas por dia em locais com ar-condicionado, como edifícios públicos;

Evite sair durante as horas mais quentes do dia e atividades físicas extenuantes.
Mantenha-se hidratado e fresco

Tome banhos frios e use compressas frias para aliviar o calor;

Vista roupas leves e largas, incluindo chapéu e óculos de sol;

Beba água regularmente e evite álcool e cafeína, que contribuem para desidratação.
Ajude outros

Verifique familiares, amigos e vizinhos vulneráveis;
Certifique-se de que todos em sua família saibam o que fazer em caso de calor extremo;

Se tiver animais domésticos, evite passeios nos horários mais quentes.
Cuidados em caso de mal-estar

Procure ajuda se sentir tontura, fraqueza, sede intensa ou dor de cabeça;
Beba água ou suco para se reidratar;

Em casos graves, como delírio, convulsões e inconsciência, chame ajuda médica imediatamente;

Leve a pessoa para um local fresco, deite-a, eleve as pernas e inicie o resfriamento externo com compressas frias;

Não dê medicamentos sem orientação médica.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *