Proposta de Saullo Vianna proíbe bancos de oferecer empréstimo por telefone a aposentados

O deputado Saullo Vianna (PTB) formalizou, nesta terça-feira (11), junto à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Amazonas, Projeto de Lei que proíbe bancos e demais instituições financeiras de oferecer e firmar contratos de empréstimo.

A regra visa proteger os idosos do assédio dos telemarketings de bancos

O STF já emitiu opinião de que contrato fechado por telefone não tem validade

O deputado Saullo Vianna (PTB) formalizou, nesta terça-feira (11), junto à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Amazonas, Projeto de Lei que proíbe bancos e demais instituições financeiras de oferecer e firmar contratos de empréstimo com aposentados e pensionistas por meio de ligação telefônica no estado.


Em decisão recente, o Supremo Tribunal Federal concedeu parecer favorável à lei estadual do Paraná, que versa sobre o mesmo objeto. Para o STF, contratos financeiros celebrados por telefone não têm valor legal.

O autor da proposta explica que, é preciso criar regras rígidas para proteger esse público do assédio dos bancos via telemarketing. “A prática desrespeita os princípios norteadores do Código de Defesa do Consumidor (CDC) e do Estatuto do Idoso e têm sido cada vez mais constantes. São inúmeros os relatos de aposentados e pensionistas que aceitam empréstimos por telefone sem ao menos entender as regras para desconto ou taxa de juros, por exemplo”, salientou Saullo.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *