Projeto de Roberto Cidade beneficia doadores de sangue raro

Eles poderão ter prioridade no atendimento no Hemoam

Doadores fenotipados são convocados para transfusões urgentes

Projeto de Lei do deputado Roberto Cidade (UB), presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, vai conceder o direito a prioridade no atendimento junto a Fundação Hospitalar de Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) para os doadores de sangue raro. O projeto com esse conteúdo foi aprovado esta semana na Aleam e segue para sanção do governador Wilson Lima.

Filas iguais

“Atualmente, tanto doadores convocados pelo banco de sangue quanto os doadores convencionais enfrentam a mesma fila de espera até que chegue sua vez de doar. Mas, esses doadores de sangue raro ou fenotipados são convocados para transfusões urgentes e, por isso, precisam ser prioridades no atendimento”, explicou o parlamentar “O objetivo não é privilegiar um em contraposição a outro, mas sim garantir a vida do cidadão, porque na saúde, um minuto faz a diferença”, reforçou.

Doações

O parlamentar destacou que a doação será destinada aos pacientes cujas características sanguíneas foram previamente estudadas e comparadas com os dados de doadores.


“Há dois tipos de doadores considerados especiais, objetos desta propositura, os chamados ‘doadores fenotipados’ e os doadores de sangue ‘raro’. Nossa proposta quer criar condições para que o sangue raro ou específico (fenotipado) chegue o mais rápido possível ao paciente que necessita de transfusão ou que garanta estoque de reserva para possíveis emergências durante cirurgias”, pontuou.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *