PRIMEIRA MÃO

Professores querem vacina para voltar às salas de aula

Alunos de ensino médio
Os professores da rede estadual estão se mobilizando para que a volta às salas de aula só aconteça após a categoria receber a vacina.

Manifestações “bombam” nas redes sociais em apoio à juíza Jaíza Fraxe

Juiz concede liminar autorizando abertura dos cartórios em Manaus

Medidas mais restritivas a partir desta segunda-feira

Finalmente a Câmara de Manaus terá reunião para tratar sobre efeitos da pandemia

Os professores da rede estadual estão se mobilizando para que a volta às salas de aula só aconteça após a categoria receber a vacina. O Ministério Público Estadual recomendou ao governo que o retorno das aulas presenciais não aconteça nas escolas particulares, mas não incluiu as escolas públicas na recomendação. Isso gerou insatisfação e protestos entre os professores, que querem a garantia de vacinação antes de se falar em aula presencial.

Apoio à decisão da juíza

A decisão da juíza Jaíza Fraxe, exigindo a imediata publicação transparente do nome das pessoas vacinadas e a posição firme contra quem furou fila para receber a vacina em Manaus, bombou nas redes sociais, recebendo apoio geral.

Cartórios voltam a funcionar

O juiz plantonista Manuel Amaro de Lima concedeu liminar à Associação dos Notários e Registradores do Amazonas (Anoreg) para que todos os cartórios de notas voltem a funcionar, obedecendo as regras sanitárias e o distanciamento social. Os cartórios reclamaram na Justiça o fato de que, nos decretos anteriores, o governo do Estado havia incluído os serviços de notas como essencial. Mas no último, com o aumento das restrições, eles foram retirados e deveriam permanecer fechados.

Caráter essencial

O magistrado entendeu que os serviços notariais têm caráter essencial e não devem ser interrompidos, porque são por eles que a população consegue lavrar procurações para internação em hospitais, venda de imóveis e/ou veículos para compra de oxigênio, garantia de empréstimos para internações, testamentos e etc. Os cartórios de Manaus cobram as mais altas taxas do país.

Gente nas ruas

Começa a valer nesta segunda-feira (25) as medidas mais restritivas do governo. Só em caso de extrema necessidade por doença ou para comprar alimentos, as pessoas devem estar nas ruas. Nas primeiras horas da manhã, o movimento de veículos seguia a tendência de dias anteriores.

Listão dos vacinados

Saiu finalmente na noite de domingo (24) a lista dos vacinados pela Prefeitura de Manaus, em cumprimento à decisão da juíza Jaíza Fraxe que determinou a publicação imediata em site da prefeitura. Com 376 páginas, a lista, que terá de ser atualizada todos os dias às 19h, pode ser acessada em https://semsa.manaus.am.gov.br/wp-content/uploads/2021/01/007_Vacinados_2021_01_23_17_17_00.pdf

Vacina para o interior

Começa nesta segunda-feira (25) a distribuição das 132 mil doses de vacina contra Covid-19, vindas da Índia e que chegaram no último sábado (23) a Manaus. A previsão do governo estadual é que em dois dias todas as cidades programadas para esta etapa estejam abastecidas.

Finalmente Câmara se reúne

A Câmara Municipal de Manaus, finalmente terá reunião para tratar de assunto relacionado à pandemia na terça-feira (26) em sessão extraordinária, porque o prefeito David Almeida enviou ao Poder Legislativo o Projeto de Lei que cria o Auxílio Manauara, uma ajuda financeira de R$ 200 para 40 mil famílias da capital, durante seis meses. A expectativa do prefeito é que o auxílio possa ser pago ainda em fevereiro.

Recordes dos casos no Amazonas

Na Segunda Onda, a media diária de mortes por Covid no Amazonas é de 166 contra 66 do que se verificou na Primeira Onda,

Assembleia define sobre recesso

Também nesta terça-feira (26) está marcada a realização de sessão extraordinária da Assembleia Legislativa do Amazonas. Os deputados vão debater se encerram o recesso parlamentar a seis dias da volta dos trabalhos ordinários.

Oportunistas

O deputado estadual Álvaro Campelo denunciou ao Ministério Público, que empresas fornecedoras de oxigênio, aumentaram os preços dos cilindros em até 300%. Ele está pedindo investigação e punição para os casos comprovados.


Compartilhe >
Facebook
Twitter
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *