Professor da UEA relança obra sobre o Boi Caprichoso

Livro conta a história musical do touro negro

São toadas cantadas pelo boi azul nos últimos 50 anos

O diretor do Centro de Documentação e Memória do Boi-Bumbá Caprichoso (Cedem Caprichoso) e professor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e o jornalista Roberto Sena ampliaram a obra “O livro da toada: uma antologia Caprichoso”, que está sendo relançada nesta semana.

Na primeira edição a obra abrangia as músicas do Boi Caprichoso até o ano de 2021 e agora, Diego e Roberto acrescentaram o período de 2022 a 2024.

“Hoje, temos em torno de 900 canções registradas nesse livro, que simboliza toda a nossa obra musical. É super importante entregar esse trabalho aos nossos torcedores e pesquisadores que estejam interessados nessa produção musical do Festival de Parintins, em especial, é claro, do Boi-Bumbá Caprichoso”, destacou o professor Diego.

Memória do azul

O livro reúne uma parte importante da memória do Caprichoso, contendo centenas de canções compostas, cantadas e festejadas durante os últimos 50 anos.

Algumas remetem aos primeiros tempos do festival e outras que ajudaram a reinventar o ritmo do boi e marcaram tanto a trajetória de compositores e intérpretes quanto as novas gerações de torcedores apaixonados pelo bumbá azul e branco.

Entrega simbólica

Durante o lançamento do livro foram realizadas entregas simbólicas a figuras importantes da história do Caprichoso. Júlia Portilho, mãe de J. Carlos Portilho, um dos maiores compositores da história do boi azul e branco, foi uma das que recebeu a obra.

J. Carlos, também conhecido como “Periquito”, foi responsável por muitas canções do Caprichoso nos anos 80 e 90, época em que ainda realizava as gravações no quintal de sua casa. “Durante a pandemia, o Portilho acabou falecendo e, infelizmente, a gente não teve tempo de entregar esse livro a ele. Mas ficamos muito felizes, hoje, de podermos entregar, simbolicamente, pra dona Júlia”, disse Diego.

Entrega do livro a dona Júlia Portilho, mãe de um dos maiores compositores do Caprichoso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *