Presos de Presidente Figueiredo se contaminam com Covid-19 de propósito para ganharem prisão domiciliar

O juiz de Presidente Figueiredo, Roger Luiz Paz de Almeida, recebeu uma denúncia de que os presos do município estão trocando máscaras entre si, a fim de se contaminarem com o coronavirus e conseguirem prisão domiciliar.

Juiz diz que a Polícia Civil está investigando a denúncia

A desconfiança aumentou após surto repentino de casos dentro da unidade prisional do município

O juiz de Presidente Figueiredo, Roger Luiz Paz de Almeida, recebeu uma denúncia de que os presos do município estão trocando máscaras entre si, a fim de se contaminarem com o coronavirus e conseguirem prisão domiciliar.
Segundo o magistrado, a Polícia Civil está investigando a contaminação voluntária. E ele passou a adotar critérios mais rigorosos para concessão de prisão domiciliar.
Desde a semana passada, 12 presos testaram positivo para a covid-19. Oito receberam o benefício da prisão domiciliar e quatro estão em isolamento na própria unidade. Ainda há outros 24 casos em isolamento no distrito policial.
“É justo que sejam observados os direitos dos presos, mas diante dessa denúncia, adotamos providências para que não haja equívocos”, destacou o magistrado.
Os testes nos presos foram feitos pelos servidores da Secretaria de Saúde do Município e as visitas de familiares na unidade foram suspensas. Dois agentes da cadeia também teriam sido contaminados, conforme informações repassadas à unidade jurisdicional de Presidente Figueiredo.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *