Presidente do Solidariedade preso pela PF

Ele é acusado de desviar R$ 36 milhões do fundo partidário

Até helicóptero ele comprou com o dinheiro público

Brasília (ÚNICO) – A Polícia Federal informou neste sábado que o presidente do Solidariedade, Eurípedes Júnior, se entregou na regional de Brasília. Ele era considerado foragido desde a quarta-feira 12.

Antes de se entregar, Eurípedes chegou a ser incluído na difusão vermelha da Interpol, que busca criminosos internacionais.

Os crimes

A Polícia Federal investiga o uso de empresas de fachada, em nomes de laranjas, para desviar recursos dos fundos eleitoral e partidário na eleição de 2022. Ao todo, 36 milhões de reais teriam sido desviados, de acordo com a PF.
Na última quarta-feira (12), a polícia apreendeu um helicóptero que era usado por Eurípedes que, segundo os investigadores, teria sido comprada com dinheiro desviado dos recursos públicos do fundo eleitoral. O helicóptero é avaliado em R$ 5 milhões.

Quem é Eurípedes

Eurípedes Júnior foi eleito vereador em Planaltina de Goiás (GO), em 2008. Ele foi um dos fundadores do Partido Republicano da Ordem Social (PROS) que em 2023 se uniu ao Solidariedade.

O político tem suspeitas de desvio de recursos partidários em outras eleições. Em 2020, por exemplo, ele foi afastado da presidência do PROS, sob a acusação de desviar recursos do partido. Também tem registro de agressão a uma filha.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *