PRIMEIRA MÃO

Prefeitura tem prazo para dizer onde vai colocar lixo de Manaus

Aterro sanitário de Manaus: Justiça determina fechamento até dezembro (Foto: Semulsp/Divulgação)

Entidades querem saber decisão do Ministério Público sobre municípios do Amazonas que faturam com royalties

Deputado diz que Caapiranga vive momentos de tensão

OAB vai realizar casamento coletivo LGBTQIA

Quarta especial terá lançamento de vários livros

Deputado avalia produção de kombucha na Zona Franca

Apagão atingiu 25 estados, mas não se sabe o motivo

Mulheres invadem Brasília

Liceu apresenta clássicos da Broadway, hoje, no Teatro Amazonas; é grátis

Por Claudio Barboza e Solange Elias, com editorias do Único

Para onde vai o lixo de Manaus?

A Terceira Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Amazonas, decidiu que a Prefeitura de Manaus tem prazo de 45 dias para informar onde vai colocar o lixo de Manaus e apresentar um plano de recuperação de áreas degradadas próximas ao aterro da capital, que funciona no km 19 na rodovia AM-010. Decisão judicial define o dia 31 de dezembro deste ano, para o fechamento desse aterro sanitário.

Ministério Público e o caso dos royalties

O Comitê Amazonas de Combate à Corrupção, ainda não recebeu resposta do Ministério Público do Amazonas sobre o pedido de investigação sobre o que está sendo feito com o dinheiro que 16 prefeituras do interior estão recebendo de royalties de petróleo. O ÚNICO enviou pergunta ao Ministério Público sobre o assunto, mas não teve resposta até a edição desta coluna.

Caapiranga vira praça de guerra

O deputado Delegado Péricles (PL) disse que o município de Caapiranga virou uma praça de guerra entre o prefeito Tico Braz e o presidente da Câmara local, vereador Moises Santos da Silva, o “Moisés Parabólica”. Segundo Péricles, o prefeito quer cassar o vereador porque este cobrou esclarecimentos sobre o atraso de pagamento de salários dos profissionais da educação e da saúde. Conforme Péricles, a Prefeitura deve mais de R$ 20 milhões à Previdência.

Lançamento de livros

Nesta quarta-feira (16) às 19h, no Palácio Rio Negro, a Prefeitura de Manaus fará o lançamento dos livros que conquistaram o Prêmio Literário 2021. No mesmo horário, na Galeria de Arte do Instituto Cultural Brasil Estados Unidos, a Academia Amazonense de Letras fará o lançamento dos livros das acadêmicas Artemis Soares e Mazé Mourão.

Casamento coletivo

A OAB/AM vai realizar o casamento coletivo LGBTQIA no dia 18 de setembro, no auditório da entidade. Vão ser oficializados a união legal de 50 casais. As inscrições foram encerradas e há fila de espera.

De olho no kombucha

O deputado federal Sidney Leite (PSD) teve uma conversa com a Associação Brasileira de Refrigerantes e Bebidas Não Alcoólicas (Abir), para discutir os próximos planos do setor na Zona Franca de Manaus. Leite é entusiasta da produção de fermentados probióticos, conhecidos como kombucha, a partir das frutas da Amazônia, como uma das alternativas mais relevantes para o desenvolvimento da bioeconomia local.

Todo mundo no escuro

O apagão no sistema nacional de energia elétrica desta terça (15) deixou 25 estados e o Distrito Federal sem abastecimento. Foi um evento de proporções nunca acontecidas antes e, até agora, não foi identificado o motivo. O ex-diretor-geral do ONS, Luiz Eduardo Barata, aproveitou para alfinetar: “Nunca ficamos tanto tempo sem saber a origem de um apagão”, disse.

Mulheres contra o ódio

Milhares de mulheres trabalhadoras e ativistas estão em Brasília desde ontem na Marcha das Margaridas, uma manifestação nacional contra a misoginia, o ódio, o feminicídio, o estupro e a violência sexual e as desigualdades salariais. A primeira dama Janja da Silva está convocando a participação nacional, pelas redes sociais.

Musicais inesquecíveis

Nesta quarta-feira (16), o Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro apresenta “Musicais Inesquecíveis”, às 20h, com entrada gratuita, no Teatro Amazonas. O espetáculo, que faz parte da programação da Semana das Artes do Liceu, aborda os clássicos da Broadway, como “Aladim” e “O Fantasma da Ópera”, em arranjos inéditos interpretados pelo Coral Infanto Juvenil e Orquestra Jovem do Liceu.

FALE CONOSCO

Solange Elias (EDITORA)
(92) 99105-7388

Guilherme Martins (TI/COMERCIAL)
(92) 98638-5707

CEO: Claudio Barboza
(92) 99116-1777


Compartilhe >
Facebook
Twitter
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *