Prefeitura entrega mercado municipal Maximino Corrêa revitalizado

Imóvel ganhou novo telhado, pisos e praça de alimentação

Prefeito David considera reforma um “resgate histórico”

Os permissionários e moradores do bairro Praça 14, na zona Sul da capital amazonense, receberam, nesta terça-feira (11), o mercado municipal Maximino Corrêa, totalmente reformado. A estrutura, que estava há nove anos sem receber obras de revitalização, foi entregue pelo prefeito de Manaus, David Almeida.

Para o chefe do Executivo municipal, a entrega significa o resgate de um mercado histórico, e dignidade tanto para os permissionários quanto para os consumidores que frequentam o espaço há mais de 50 anos.

“Este mercado estava prestes a fechar, e ele foi um dos mercados selecionados para que a gente pudesse recuperar. Esta é mais uma estrutura de mercados e feiras que a gente entrega e traz algo inovador. O mercado está totalmente reformado e melhorado, estamos colocando a climatização, disponibilizamos Wi-Fi, uma praça de alimentação dentro do próprio mercado e, assim, a gente pode dar uma melhor condição de trabalho para os permissionários e também para os nossos consumidores”, enumerou o prefeito.

Novas instalações

Os serviços de modernização realizados pela Prefeitura de Manaus incluíram a instalação de revestimentos cerâmicos nos boxes, garantindo maior higiene e facilidade na limpeza. Foi implantado um novo telhado e pisos, assegurando maior durabilidade e melhorando a estrutura do mercado, além da implantação de uma praça de alimentação, com a setorização dos boxes para facilitar a organização dos produtos e melhorar a experiência de compra dos consumidores.

Os banheiros estão mais amplos e acessíveis, construídos com portas amplas facilitando o acesso a cadeirantes.

Histórico

Fundado em 1966, o mercado municipal Maximino Corrêa teve a última reforma em 2015. O espaço possui 559 metros quadrados e atende a 51 permissionários diretos, distribuídos em 39 boxes e 12 bancas, gerando 70 empregos diretos e mais de 300 indiretos.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *