fbpx

Prefeitura de Manaus tem proposta para aumentar número de moradores no Centro da capital amazonense

Candidatos reforçam equipes de comunicação, mas jornalistas estão de “orelha em pé”

Jovens brasileiros começam a ter dívidas na faixa dos 20 anos

Corecon alerta para inflação alta e recomenda “pé de meia” para a população

STF pode alterar a forma como prefeituras cobram os impostos municipais

Vereadores de Boca do Acre “saem no braço” e vídeo viraliza na net

Metade dos botos rosa da Amazônia desaparece a cada dez anos, diz o Inpa

Deputados e senadores pedem exoneração do presidente da Funai

Eletronorte e Energisa arrematam os lotes do Amazonas no leilão da energia

Feirinha do Parque Dez ganha repaginada e reabre nesta sexta-feira

Por Claudio Barboza e Solange Elias, com editorias do Único

Novas moradias no Centro de Manaus

A Prefeitura de Manaus resolveu topar um projeto para dar uma turbinada no Centro da capital. Arquitetos e urbanistas do Instituto Municipal de Planejamento Urbano estão debruçados sobre o projeto “Nosso Centro”. O prefeito David Almeida (Avante) contou ao ÚNICO que a estimativa inicial é que 150 mil novos moradores possam residir no Centro, após investimentos públicos e privados e incentivos à ocupação, em médio e longo prazo.

Por que morar no Centro?

O Centro tem infraestrutura de saúde, educação e transporte, além de concentrar grande atividade econômica, viabilizando que o fluxo de pessoas aconteça dentro de um espaço urbanizado, sem a necessidade de investimentos em áreas mais distantes. Além disso, o centro como área residencial terá atividades o tempo todo, ao contrário de agora quando, encerrado o horário comercial, tudo fica meio que abandonado. A prefeitura identificou no Centro, um grupo de imóveis abandonados e lotes que podem abrigar conjuntos de habitação.

Candidatos correm atrás de jornalistas

Esta semana o movimento de pré-candidatos em busca de jornalistas aumentou, o que já era esperado, tendo em vista que neste mês de julho começa para valer a corrida de quem vai disputar as eleições de 2022. Neste momento, no entanto, alguns jornalistas estão mais cautelosos em aceitar propostas, porque conforme o ÚNICO informou esta semana, há partidos e políticos com mandato que contrataram serviços e não executaram o pagamento até a edição desta coluna.

As dívidas dos Jovens brasileiros

No Brasil, 46% dos jovens com idade de 25 a 29 anos têm dívidas e estão inadimplentes, conforme dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). A falta de educação financeira dos jovens é tema de artigo da professora da Ufam, Michele Lins Aracaty e Silva que pode ser lido no ÚNICO, no link; https://portalunico.com/a-educacao-financeira-e-os-jovens/.

Aperto vai ser maior

O presidente do Conselho Regional de Economia (Corecon-AM), Marcus Evangelista, está alertando a população de que a inflação vai piorar nos próximos anos e a tendência de alívio só deve surgir em 2024. “Temos uma forte tendência a ter novos aumentos pela frente e isso não vai parar agora”, assegurou. Evangelista recomenda: “gerenciem seu dinheiro”. Ou seja, é melhor fazer uma reserva ou aumentar a que já é feita e apostar no “pé de meia” para atravessar os próximos anos.

IPTU na base da Selic

Está devendo IPTU ou ISS? Melhor ficar de olho no Supremo Tribunal Federal (STF). A corte analisa uma ação sobre a correção dos débitos municipais que fixa o teto na taxa de juros Selic e não mais nos vários índices que as prefeituras usam. No caso de Manaus, os impostos são reajustados com base no INPC. Não há consenso entre economistas se isso é bom ou ruim para os contribuintes.

Quebra-pau em Boca do Acre

Um desentendimento sobre a vez de falar na tribuna, na Câmara Municipal de Boca do Acre (a mais de 1.000km de Manaus) terminou em socos e tapas generalizados no plenário, entre vereadores, assessores e seguranças. O “quebra-pau” foi filmado e distribuído em várias redes sociais, viralizando imediatamente. Os parlamentares envolvidos da briga eram o vice-presidente da Câmara Wilkerson Roderick Pires e o vereador Jansen Bento de Almeida.

Boto rosa vai sumindo

Um estudo do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), divulgado ontem, indica que o boto-vermelho ou boto-cor-de-rosa, como é conhecido entre os amazonenses, continua em risco forte de extinção, por conta da pesca da piracatinga. Segundo o estudo, a população dos botos é reduzida pela metade a cada 10 anos. O Brasil não é fã da piracatinga, mas nos demais países da Amazônia Internacional esse peixe é muito apreciado e sua isca predileta é carne de boto.

Comissão do Javari

A Comissão Especial de deputados federais e senadores que avalia a situação no Vale do Javari – depois da morte do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Philips – assinou ontem um pedido de exoneração do atual presidente da Funai, Marcelo Augusto Xavier da Silva, que será enviado ao presidente Bolsonaro. Segundo o deputado Zé Ricardo (PT-AM), que faz parte da comissão, os parlamentares receberam denúncias de que novas ameaças de mortes foram feitas a servidores e indigenistas da região. Nesta sexta (1), em Atalaia do Norte, haverá novas oitivas de funcionários da Funai e lideranças indígenas.

Leilão da energia

A Energisa – empresa de energia elétrica que atua em 11 estados brasileiros e tem presença na Amazônia em Rondônia e no Acre – arrematou o Lote 12 do leilão de transmissão de energia do governo federal, e vai atuar em Manaus e nos municípios da região metropolitana, em um trecho de apenas 13 quilômetros de rede elétrica. A empresa tem quatro anos para cumprir o acerto. No Lote 8, a vencedora foi a Centrais Elétricas do Norte do Brasil (Eletronorte), controlada da Eletrobras, cuja meta é integrar o município de Humaitá, no Amazonas, ao Sistema Interligado Nacional (SIN), também em quatro anos.

Feira do Parque Dez

O prefeito de Manaus, David Almeida, vai reinaugurar nesta sexta-feira (1), a feira municipal do Parque 10, local tradicional da capital e um dos melhores cafés da manhã da zona urbana. A reforma incluiu serviços de instalação de forro em todo o ambiente da feira, reforma geral dos banheiros, construção de um banheiro para Pessoa com Deficiência (PcD), reforma no telhado e em toda a estrutura metálica, instalações elétricas e hidráulicas, pintura interna e externa, e paisagismo.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.