Prefeitura de Manaus constrói parceria com empresas para revitalizar passarelas

O “Programa de Adoção de Espaços Públicos de Manaus”, da Prefeitura de Manaus, criado na gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB), e a iniciativa privada, estão revitalizando 23 passarelas de pedestres na capital amazonense. Desse total, 12 equipamentos foram adotados e entregues totalmente recuperados para a população.

A secretária municipal de Parcerias e Projetos Estratégicos (Semppe), Maria Josepha Chaves, disse que o prefeito Arthur Virgílio Neto e a primeira-dama Elisabeth Valeiko, que preside a Comissão de Paisagismo, têm buscado parcerias que tragam mais qualidade de vida para os moradores de Manaus.

Qualidade de vida

“Quem ganha somos todos nós, a população que recebe um equipamento revitalizado e poderá utilizá-lo com segurança e a empresa que poderá utilizar sua marca naquele espaço”, destacou a secretária.

Pintura, manutenção dos corrimões, guarda-corpos e nas estruturas metálica e de concreto, além de iluminação LED estão entre os serviços realizados nas passarelas, que ganham também nova comunicação visual com assinatura do parceiro-privado.

Além das 12 passarelas entregues, mais duas estruturas, localizadas ao lado da Rodoviária, na avenida Djalma Batista, e na Pedro Teixeira, bairro Dom Pedro, ao lado da Vila Olímpica, estão recebendo melhorias. As outras nove passarelas que receberão melhorias ainda estão em análise.

Espaço para grafites

No pacote de obras, a praça localizada nas proximidades da passagem de nível entre as avenidas Senador Álvaro Maia e Djalma Batista também passa por revitalização. A praça está recebendo paisagismo, pintura, iluminação LED e, nos próximos dias, as paredes do entorno da praça vão receber grafites, de artistas locais e internacionalmente conhecidos, valorizando seus elementos de arte urbana.

“Queremos que a praça seja uma referência para Manaus de inclusão de arte urbana muito bem traduzido pelo grafite, afinal temos excelentes profissionais que merecem esse reconhecimento”, explicou a secretária da Semppe, Maria Josepha.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *