Prefeito de Benjamin Constant corre atrás de apoio contra a seca

Dragagem de rios é a alternativa emergencial para enfrentar a situação

Governo Federal tem sinalizado apoio para algumas áreas da região

Por Juscelino Taketomi, especial para o ÚNICO

Em entrevista ao ÚNICO, o prefeito de Benjamin Constant, David Bemerguy, fez um alerta preocupante sobre a acelerada seca do Rio Solimões, que prenuncia uma estiagem severa em 2024, com altos riscos de desabastecimento devido à precariedade da navegabilidade na região.

Bemerguy destacou a necessidade urgente de dragagem do rio, especialmente no trecho entre Benjamin e Tabatinga, passando por São Paulo de Olivença, Santo Antônio e Amaturá.

“A mobilização para a dragagem do rio é crucial para garantir que os barcos consigam navegar e chegar aos destinos finais, assegurando o abastecimento dos municípios”, afirmou o prefeito.

Ele expressou grande preocupação com a possibilidade de o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) não conseguir realizar as dragagens necessárias a tempo caso a estiagem continue com a intensidade observada nos primeiros dias de junho.

“A diferença de nível do rio em comparação ao ano passado é alarmante. Este ano, o rio não atingiu o mesmo nível de cheia, ficando cerca de 12 metros e pouco abaixo, o que é significativo”, explicou Bemerguy. “Se a seca deste ano for igual à do ano passado, já estaremos enfrentando uma seca ainda maior, o que aumenta nossa preocupação com o desabastecimento”.

Apelo a senador

O prefeito disse ao ÚNICO que está buscando apoio político para acelerar o processo de dragagem.

“Estou indo ao gabinete do senador Eduardo para ver a possibilidade de mobilizar uma aceleração nas dragagens. Já discuti o assunto em Brasília, e estamos alertando sobre a situação desde o começo. Agora, com a seca intensificando, estamos realmente preocupados que não haja tempo suficiente para as dragagens que precisamos”.

“Identificamos pontos críticos onde a formação de bancos de areia impede a passagem dos barcos, afetando diretamente o abastecimento de produtos de primeira necessidade, como alimentos e gás”, salientou David.

Segundo Bemerguy, a Prefeitura de Benjamin Constant está empenhada em assegurar que as medidas imprescindíveis sejam tomadas para evitar uma crise de abastecimento.

“Estamos lutando para que aconteça a dragagem dos pontos críticos do rio, não só entre Benjamin e Tabatinga, mas também nos trechos mais ao sul. Com a dragagem adequada, podemos garantir a navegação e o abastecimento regular de todos os municípios do Alto Solimões”, afirmou Bemerguy.

O Governo Federal tem disponibilizado informações e recursos para que ações emergenciais sejam realizadas em alguns rios do Amazonas, com o objetivo de evitar maiores danos a municípios. A execução desses projeto está a cargo do Denit.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *