Prefeito anuncia entrega de viaduto na avenida das Torres para final do ano

David Almeida acompanha fechamento do trecho em obras

Esta é a segunda etapa da construção do complexo viário

O prefeito de Manaus, David Almeida, anunciou nesta terça-feira (1º), o início da segunda etapa da construção do complexo viário José Fernandes, localizado na interseção das avenidas Governador José Lindoso, mais conhecida como Torres, com a Barão do Rio Branco, na zona Norte da capital. A obra está avançada e deve ser entregue até o fim deste ano, seis meses antes do prazo original”, informou.

Trecho interditado

Para a nova fase da construção, um novo trecho da via foi interditado. A mudança começa no sentido bairro/Centro, a partir do retorno, próximo à Igreja Adventista, localizado no bairro Cidade Nova, e segue até a altura do cruzamento entre as vias Barão do rio Branco com a Governador José Lindoso, onde ocorrerá a instalação das estacas e vigas de coroamento.

“Essa interdição continuará até o fim dos trabalhos. Dessa forma, damos um passo significativo para a conclusão dessa obra tão importante para a zona Norte da cidade de Manaus”, enfatizou Almeida.

As obras

No local, as equipes irão avançar para a perfuração de mais 71 estacas, que serão colocadas na avenida Barão do Rio Branco, totalizando 641. Na sequência, será feita a escavação da trincheira da passagem de nível.


No pátio da construtora, são confeccionadas vigas de longarina pré-moldadas do tabuleiro, que passará por cima da rua Barão do Rio Branco.

Trânsito

Agentes estarão 24 horas nos principais desvios para auxiliar a população. Outra mudança que aconteceu foi a instalação de um novo semáforo em LED nas proximidades da drogaria Bom Preço, na avenida das Torres, para indicar aos condutores, o melhor trajeto aos que vierem da rotatória do Coroado em direção ao bairro Cidade Nova, ou seja, sentido Centro-bairro.

Complexo viário

A obra do complexo viário Prefeito José Fernandes começou no dia 8 de maio e alcançou 20% de execução do projeto executado pela Seminf. A ideia de construção do viaduto partiu de um estudo realizado pelo corpo técnico da Seminf, em conjunto com os agentes do IMMU. Na ocasião, foi detectado o crescimento abrupto de veículos em circulação.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *