Prazo para entrega de documentos da Lei Paulo gustavo vai até quarta

A lei vai financiar nove segmentos artísticos no Amazonas

Dinheiro cai na conta entre fevereiro e março de 2024

O prazo para que artistas e produtores culturais enviem para a Secretaria de Cultura do Estado a documentação complementar dos projetos contemplados nos editais da Lei Paulo Gustavo termina na próxima quarta-fira (22).


Todo o processo deve ser feito via sistema, pelo site da Lei Paulo Gustavo (cultura.am.gov.br/lei-paulo-gustavo).

Recursos financeiros e execução dos projetos

Depois da fase de entregas de documentos e ajustes burocráticos,a previsão é que os pagamentos sejam feitos entre os meses de fevereiro e março de 2023. A partir daí, cada produtor terá um ano para colocar o projeto em execução, a partir do dia que o dinheiro entrar em sua conta bancária.
Cadastro Reserva.


Para ocupar o cadastro de reserva nos editais, os proponentes devem aguardar até o dia 22 de dezembro, prazo final da entrega de documentos. Ocorrendo desistências ou inabilidade dos contemplados, haverá convocação do cadastro de reserva que terá o prazo pertinente entre os dias 2 a 17 de janeiro de 2024.


As dúvidas podem ser encaminhadas para o e-mail [email protected]

Segmentos que participam

Ao todo, o Governo do Amazonas apresentou nove editais de fomento às artes. São eles: Fomento às Artes, Cultura Popular, Cultura Hip Hop, Cultura LGBTQIAPN+, Povos Indígenas, Audiovisual, Povo Negro, Apoio à Micro e Pequena Empresa Audiovisual e Cultura Transforma.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *