Polícia prende três suspeitos de assalto ao clube de tiro

Proprietário ofereceu recompensa de R$ 10 mil por informações

Pelo menos dez armas já foram recuperadas

A Polícia do Amazonas prendeu três dos quatro suspeitos de participar do assalto ao clube de tiros do bairro Dom Pedro, na Zona Oeste de Manaus, ocorrido na noite de quinta-feira (27).

A informação foi divulgada pelo proprietário do clube, o coronel do Exército Dagmo Varella, por meio de vídeo publicado em em suas redes sociais.

Segundo Varella, apenas o líder do grupo, Matheus Ribeiro, um ex-funcionário de um hotel de sua propriedade, ainda está foragido.

Sobre as armas, ele disse que 10 foram recuperadas com um dos menores presos e as outras estão em processo de localização. “Acredito que vamos recuperar todas”, disse Varella.

O assalto

O assalto ao clube de tiro aconteceu na noite de quinta-feira (27), quando um ex-aluno do coronel Varella, Matheus Ribeiro, chegou ao local dizendo que queria ter aulas. Ele abriu a porta e três amigos do rapaz entraram também, alegando interesse nas aulas.

Logo em seguida eles puxaram armas e anunciaram o assalto. O militar e seu genro foram feitos reféns e trancados em um dos banheiros, enquanto o quarteto levava 30 armas de fogo.

O proprietário do clube de tiro divulgou nas redes sociais, que estaria oferecendo recompensa no valor de R$ 10 mil, para quem prestasse informações que pudessem ajudar a localizar o ex-funcionário e aluno que facilitou a execução do assalto ao clube de tiro na noite anterior.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *