PRIMEIRA MÃO

Polícia Federal vai seguir o dinheiro para saber quem financiou os atos de vandalismo

Golpistas apedrejam as vidraças do Congresso Nacional: prejuízo incalculável

Corregedor de Justiça corre atrás de financiadores de bolsonaristas

Governadores tomam posição em defesa da Democracia

Hospital americano desmente internação de Bolsonaro

Manifestação em apoio à democracia toma conta da Praça São Sebastião

Tempestades aumentam de intensidade na região

Marcos Rotta assume na Prefeitura de Manaus

Fim do acampamento em frente ao Comando Militar

Página que denunciava terroristas foi derrubada

Três dias de festa para a Praça 14 de Janeiro

Por Claudio Barboza e Solange Elias, com editorias do Único

A ordem é seguir o dinheiro

A Polícia Federal está identificando de onde saiu o dinheiro para financiar os atos de vandalismo que aconteceram em Brasília, no domingo (8). O quebra-cabeça tem desde o pagamento que foi feito para empresas de ônibus que levaram pessoas a Brasília, a pagamento de hoteis, compra de alimentação e disparos de pix.

Financiadores ocultos

O próprio Lula tuitou em sua conta, sobre os acampamentos que duraram mais de 70 dias: “Não é possível um movimento durar o tempo que durou na frente dos quartéis se não tiver gente financiando. Vamos investigar e vamos chegar a quem financiou”.

Corregedor também quer saber do dinheiro

O corregedor-geral de Justiça do Amazonas, desembargador Jomar Fernandes, comunicou aos cartórios do estado, para a necessidade de prestarem informações até hoje (10), sobre operações ou propostas de operações suspeitas por parte de seus clientes, que possam configurar “indícios dos crimes de lavagem de dinheiro e/ou financiamento de terrorismo”.

Lula e os governadores

A reunião de ontem entre o presidente Lula e 23 dos 27 governadores brasileiros, em Brasília, reforçou o apoio à Democracia e o repúdio à baderna. Os mandatários estaduais demonstraram boa vontade ao viajar para a capital e o presidente foi firme ao destacar que “não haverá golpe”. Os discursos variaram entre a pacificação do país e a responsabilização dos autores dos atos de vandalismo.

Internação fake?

A mídia brasileira procurou o hospital em Orlando, onde Jair Bolsonaro disse estar internado e a resposta foi que “não existe nenhum paciente internado com esse nome”. Ainda assim, ele postou uma foto em uma cama de hospital, afirmando estar com fortes dores abdominais na região onde levou uma facada em 2018. O problema é que ninguém acredita mais: em todas as cinco vezes em que ele foi internado, seu governo ou sua família estavam envolvidos em escândalos recentes.

Manifestação em Manaus

O PT do Amazonas lotou a Praça São Sebastião, ontem à noite, em manifestação de apoio a Lula e contra o golpismo. Mas o tom não foi muito sereno. O deputado Sinésio Campos discursou: “Estamos preparados para ocupar as ruas”.

Tempestades em Manaus

Ventos fortes estão cada vez mais frequentes em Manaus. Na segunda-feira (9) uma tempestade derrubou parte da cobertura de um posto de gasolina. Especialistas chamam a atenção que essas tempestades são alimentadas pelo desmatamento. A previsão para hoje é de chuva forte novamente.

Marcos Rotta no comando

O vice-prefeito Marcos Rotta, antecipou a sua volta a Manaus e assumiu a Prefeitura de Manaus. O prefeito David Almeida está em viagem e só voltará ao batente em alguns dias.

Fim do acampamento

Apesar da chuva e reações mais extremadas de alguns ocupantes, governo do estado e prefeitura retiraram ontem (9) os bolsonaristas que há mais de dois meses estavam acampados em frente ao Comando Militar da Amazônia. A ordem é não deixar que voltem.

Página derrubada

A milícia digital da direita conseguiu derrubar o perfil “Contragolpe Brasil” no Instagram, que postava fotos, nomes e informações de pessoas que participaram dos atos terroristas em Brasília. Novas páginas estão sendo abertas e, ao mesmo tempo, denunciadas. A disputa agora é no mundo virtual.

Festa para a Praça 14

A Praça 14 de Janeiro vai ter três dias de festa para comemorar seus 139 anos. A Prefeitura de Manaus vai levar com serviços de sonorização, iluminação, palco e banheiros químicos, para os dias 13, 14 e 15. A festa acontecerá nas áreas externa e interna da quadra da Escola de Samba Vitória-Régia, na rua Jonathas Pedrosa.


Compartilhe >
Facebook
Twitter
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *