Polícia Federal faz prisões em Manaus no combate ao tráfico de drogas

Investigações monitoram rota de maconha que sai da Colômbia para São Paulo

Quadrilha utiliza a calha do rio Negro para escoar o entorpecente

A Polícia Federal no Amazonas deflagrou na manhã desta quinta-feira (16), a Operação Pótamos, visando o cumprimento de 13 mandados judiciais, sendo seis de prisão preventiva e sete de busca e apreensão. A operação envolveu o total de 35 policiais federais e está sendo realizada nos municípios de Manaus e Santa Izabel do Rio Negro, no Amazonas e em São Paulo (SP).
A investigação começou em janeiro de 2022, com a apreensão de aproximadamente 1,5 tonelada de maconha do tipo skunk, na calha do rio Negro. O grupo criminoso, alvo da operação, é responsável pela entrada droga oriunda da Colômbia no território nacional, com destino a cidade de São Paulo/SP.
O nome Pótamos faz referência aos deuses dos rios, na mitologia grega. A operação tem como objetivo desarticular grupo criminoso com atuação em rios da região e o combate ao crime de tráfico internacional de drogas, organização criminosa e lavagem de dinheiro.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *