Pode dar leite de vaca para bebês? OMS diz que sim

Entenda as novas recomendações

Ainda não há consenso no Brasil sobre esse uso

Brasília – A Organização Mundial da Saúde (OMS) atualizou suas recomendações para nutrição suplementar até os 2 anos. Agora, para os bebês de 6 meses a 11 anos, a OMS recomenda o uso do leite de vaca não modificado, além das fórmulas infantis.

O leite materno é sempre preferível, mas em caso de não ser possível o leite animal poderá ser introduzido na alimentação infantil.

Leite de vaca é mais barato

O uso do leite de vaca junto com a introdução de alimentos sólidos pode garantir os nutrientes que os bebês precisam. E para bebês de 6 a 11 meses, essa pode ser uma alternativa acessível, já que as fórmulas são muito caras. Mas não vale usar composto lácteo, que não é leite e deve ser evitado

Que tipo de leite pode ser usado?

Segundo as diretrizes da OMS, os tipos de leite animal que podem ser utilizados incluem o leite pasteurizado, evaporado reconstituído não condensado, fermentado ou iogurte. Não devem ser utilizados leites com açúcar ou aromas.

Pediatras não gostaram da ideia

A Sociedade Brasileira de Pediatria emitiu uma nota sobre as recomendações da OMS, mantendo as diretrizes do seu Manual de Alimentação de 2018, que propõe o uso apenas das fórmulas infantis até os 12 meses. Na opinião da SBP, somente depois dessa idade o leite de vaca integral pode ser incluído na alimentação.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *