PF faz operação em Manaus contra tráfico de maconha escondida na castanha

Castanhas saíam de Manaus com destino ao Nordeste

Agentes cumprem mandados em mais dois estados

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (22), a Operação Júvia, contra o tráfico de drogas interestadual. Um dos pontos de conexão de uma quadrilha de tráfico de maconha é Manaus, de onde saíam pacotes de castanha do Pará, com drogas escondidas. A operação aconteceu simultaneamente em Campina Grande, na Paraíba, e em Salvador, na Bahia. Júvia é um dos nomes pelo qual é conhecida a castanha do Pará ou castanha do Brasil.

Mandados

Nas primeiras horas da operação, os agentes cumpriram três mandados de busca e apreensão, em Manaus (AM); um mandado de busca e apreensão em Campina Grande (PB), e um mandado de prisão preventiva, além de dois mandados de busca e apreensão em Salvador (BA).

A operação

A investigação começou partir de uma apreensão de drogas, sendo aproximadamente 12kg
de cocaína e 3kg de maconha, realizada no Aeroporto Internacional Eduardo G, em Manaus, no ano de 2019. A droga estava acondicionada dentro de embalagens de Castanha do Brasil, e tinha como destino o Nordeste Brasileiro. Em 2022, durante as investigações, ocorreu um novo episódio, com o mesmo modus operandi, com a apreensão de aproximadamente 25kg de maconha do tipo “skunk”, que culminou na deflagração da Operação Júvia.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *