fbpx

Petroleiros em guerra contra Postos Atem dizem que empresa tem dívidas na Justiça

CPI da Amazonas Energia começa amanhã, garante Roberto Cidade

Quinze governadores apoiam projeto de Marcelo Ramos

Bolsonaro tira o vice Mourão da chefia de Delegação que vai a Escócia

Arthur Virgílio Neto corre atrás de mulheres

Prefeito David entrega a Cidade da Criança

Unesco diz que teste com proxalutamida no Amazonas matou 200 pessoas

Última chance para ganhar ingressos grátis para Brasil x Uruguai

Encontro virtual vai falar sobre a quarta revolução industrial

Petroleiros x Atem

O Sindicato dos Petroleiros do Amazonas (Sindipetro-AM) comprou a briga contra a distribuidora de combustíveis Atem – uma gigante da região Norte que está se expandindo para o Sul do país sob protesto das concorrentes – por conta da compra da Refinaria Isaac Sabbá (Reman). Os sindicalistas não aceitam a privatização e vão questionar na Justiça a negociação que, segundo eles, deu prejuízo de mais de R$ 300 milhões à Petrobras. “É um crime de lesa pátria”, afirma o presidente do Sindicato, Marcus Ribeiro.

Sindicato diz que Atem tem pendências na Justiça

O Sindipetro tem revelado em seu site várias atividades da Atem Combustíveis que estão sendo questionadas na Justiça, como o crime ambiental em Santarém, no Pará, onde foi construído um Porto de Combustíveis, potencialmente poluidor, em área de preservação ambiental, moradia de quilombolas e terra indígena. Esse porto foi suspenso pela Justiça no ano passado. Nesse processo, o Ministério Público do Pará denunciou a Atem por fraude na licença ambiental (disse que ia construir uma coisa e construiu outra).

Casos polêmicos envolvem a Atem

Os donos da Distribuidora Atem, os irmãos Dibo, Miquéias e Naidson Oliveira Atem colecionam polêmicas e processos. Em 2011 dois deles foram condenados por formação de cartel em postos de gasolina em Manaus e um deles chegou a ser preso. Uma reportagem da revista VEJA aponta que o grupo também é investigado em Roraima por repasse de dinheiro para a família do ex-senador Romero Jucá – conhecido como o “maior inimigo dos povos indígenas do Brasil”, segundo a revista.

CPI pronta para começar

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, deputado Roberto Cidade (PV) informou que nesta quarta-feira (13) já começam os trabalhos da CPI da Amazonas Energia, depois que a decisão do desembargador Paulo Caminha e Lima confirmou a competência do Poder Legislativo para investigar os serviços prestados pela concessionária. “É uma vitória para a Assembleia, mas acima de tudo para o povo amazonense”, comemorou ele.
“O presidente da CPI, deputado Sinésio Campos (PT), junto com os outros membros da comissão, definirão o cronograma das atividades”, adiantou Cidade.

Governadores apoiam Ramos

A Coalizão de Governadores pelo Clima decidiu enviar um documento ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) solicitando a aprovação, com urgência, do PL 528/21, de autoria do deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM), Com quinze assinaturas de governadores, a Carta de Manaus pede aprovação do texto que regula o mercado de créditos de carbono antes que seja realizada a COP-26, a Conferência do Clima da ONU, que ocorre em novembro na Escócia.

Bolsonaro diz não a Mourão

O vice-presidente Hamilton Mourão pediu a Bolsonaro para chefiar a delegação brasileira que vai participar da Cúpula do Clima das Nações Unidas (a COP-26), mas o presidente disse não e escalou para a função o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite.

Arthur atrás de mulher

O ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto disse que está determinado a ter um número expressivo de mulheres no PSDB, concorrendo nas eleições de 2022. Arthur abriu as portas do partido para mulheres com essa motivação e ele mesmo está com uma luneta em busca de candidatas com potencial para disputar vagas na Assembleia e Câmara Federal.

Inauguração do Parque da Criança

O prefeito David Almeida (Avante) entrega na manhã desta terça-feira (12) o Parque Cidade da Criança, no bairro do Aleixo. A inauguração será somente para crianças de escolas municipais. A abertura do parque para o público em geral vai acontecer sábado (16) das 9 às 18h.

Mortes investigadas

A Unesco avalia que a morte de 200 pessoas durante uma pesquisa com proxalutamida no tratamento contra Covid, no Amazonas, pode ser um dos mais graves atos de infração ética e violação dos direitos humanos de pacientes na América Latina. A proxalutamida é uma droga experimental estudada para pacientes com algum tipo de câncer. Bolsonaro tem defendido a medicação, mas no dia 2 de setembro a Anvisa suspendeu a autorização de importação e uso da proxalutamida. A Unesco repassou o relatório sobre o caso ao Ministério Público Federal.

Últimos ingressos grátis

Termina hoje a promoção da campanha “Vacina Premiada”, do Governo do Estado, com os três últimos sorteios de 600 ingressos para o jogo entre Brasil e Uruguai, na Arena da Amazônia, na quinta-feira (14). Quem não ganhou, ainda vai poder comprar o ingresso.

Bate-papo sobre tecnologia

O Centro de Ensino Técnico (Centec) de Manaus promove amanhã (13) a abertura de uma série de bate-papos on line chamados Centec Innovation, em que vai apresentar aos inscritos o universo das empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação, as chamadas TICs. A primeira conversa será sobre ‘Educação 4.0’, sobre os efeitos da Quarta Revolução Industrial (internet, sistemas ciber-físicos e de nuvem) na maneira de ensinar e aprender, a partir das 17h no Instagram da escola: (@centecam). Depois, os próximos bate-papos serão todos através do canal do Centec no YouTube.

Atem envia nota de esclarecimento

A Distribuidora Atem de combustíveis enviou ao Portal ÚNICO, nota de esclarecimento:

“As acusações de prática de cartel contra a Atem sempre tiveram e tem motivação comercial e política. Sobre essas denúncias, a Atem passou por uma CPI da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, na qual foi totalmente isenta.

Sobre a ação na Justiça Federal e preço de aquisição da Refinaria:
A ação é contra a Petrobras. A Atem não faz parte da ação.
A Atem ofereceu o melhor preço dentro de processo competitivo amplo e transparente, promovido pela Petrobras. O processo competitivo ocorreu dentro dos mais rigorosos parâmetros legais e melhores práticas de mercado, contando com a participação de múltiplos interessados, foi conduzido por renomados assessores jurídicos e financeiros e chancelado por diversos órgãos de controle internos e da Administração Publica.

Sobre a isenção fiscal:
Informamos que a Atem está enquadrada nas disposições do decreto-lei nº 288, de 28 de fevereiro de 1967 por viabilizar a alternativa de importação de combustíveis para o abastecimento da Zona Franca de Manaus.
Referido decreto constitui importante incentivo regional, a ampla gama de setores, a todos os agentes que viabilizam a importação como alternativa de abastecimento a Zona Franca de Manaus. Diversas outras empresas aqui sediadas e que abastecem a Zona Franca de Manaus usufruem de benefício similar.
Referido direito foi assegurado por decisão judicial obtida pela Atem na Justiça Federal, já foi confirmada pelo Tribunal Regional Federal (TRF) e pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Várias outras importadoras de combustíveis também recorreram ao Judiciário, sendo que obtiveram sentenças definitivas garantindo o direito à isenção.
Não obstante as disposições do Decreto acima citado, a importadora ligada ao Grupo Atem é a terceira maior contribuinte do Estado do Amazonas. A empresa recolhe regularmente todos os impostos concernentes a suas operações. Apenas em 2020, recolheu 630 milhões de reais em tributos.
A Amazônia Energia é uma empresa do Grupo Atem. O Grupo Atem gera cerca de 3.000 empregos diretos e indiretos e está presente em 9 estados do Brasil, possuindo mais de 300 postos franqueados, 5 bases de distribuição ativas, 4 bases em construção e mais de 2.000 clientes ativos, movimentando um total de mais de 2 bilhões de litros de combustíveis por ano. Além da Distribuidora Atem, o Grupo é composto por diversas sociedades no ramo de combustíveis, logística rodoviária e fluvial e construção naval, entre outras.


Siga o portal ÚNICO:

Facebook: Facebook.com/portalunico.com

Instagram: portalunico

Twitter: @portalunico

Fale com a gente:

Solange Elias (EDITORA) (92) 99105-7388

Guilherme Martins (TI/COMERCIAL) (92) 99167-0515

CEO: Cláudio Barboza (92) 99116-1777


Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *