Pesquisa traça cenário financeiro de bares e restaurantes de Manaus

Dados revelam uma leve recuperação no setor

Dívidas e empréstimos aparecem como desafios

A Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), informou que o setor de bares e restaurantes em Manaus, demonstra sinais de recuperação, mas ainda sofre para operar com lucro, de acordo com dados recentes de pesquisa que a entidade realizou.

Segundo a Abrasel, o número de empresas trabalhando no azul cresceu mas, a maioria ainda tem de lidar com dívidas acumuladas e empréstimos a pagar.

Foram ouvidos diversos empreendedores do setor no Amazonas, entre os dias 20 e 27 de dezembro.

Dados da pesquisas

Segundo os dados da Abrasel, no Amazonas em 2023, 26% das empresas tiveram prejuízo e 33% operaram em equilíbrio. Número de empresas trabalhando com lucro teve alta, de 10%, para 41%.

O presidente da Abrasel no Amazonas, Rodrigo Zamperlini, disse que “Chama a atenção o número de empresas com débitos em atraso no Amazonas”.

”Duro golpe no setor”

Zamperlini observou também que o anúncio do fim antecipado do Perse (Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos) é um duro golpe para os negócios da alimentação, que contavam com o benefício até o início de 2027.

Explicou que também não é animadora a perspectiva para as empresas do Simples Nacional, que não contaram com ajuste da tabela, e ainda precisarão negociar seus débitos até o final de janeiro.

Inadimplências

Rodrigo disse que as principais áreas de inadimplência incluem impostos federais (55%), impostos estaduais (29%), dívidas bancárias (47%), encargos trabalhistas (47%), serviços públicos (água, gás e energia elétrica – 29%), fornecedores (21%) e aluguel do imóvel (26%).


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *