PRIMEIRA MÃO

Pandemia expõe administrações de prefeituras que são construídas longe de qualificações técnicas, à base do conchavo político e de puxa-sacos

Vista aérea de Manicoré

Wilson Lima abre campanha de vacinação e assegura que a segunda dose está garantida

O mau exemplo que vem do interior do Estado

Sorteio do Estado que seria realizado em janeiro foi transferido para fevereiro

A Pandemia está expondo, com raras exceções, que os prefeitos do Amazonas constroem suas administrações longe de qualificações técnicas. Isto explica porque a maioria repete, ano após ano, a falta de qualquer iniciativa que eleve realmente a qualidade de vida das pessoas, construindo alternativas reais. Se cercam de apadrinhados e puxa-sacos que há anos repetem a mesma lenga-lenga longe de qualquer iniciativa técnica, profissional ou responsável.

Realidade mostra o resultado

A falta de locais apropriados para lixo, escolas que apenas servem para serem utilizadas como objeto de reforma para gerar dinheiro em ações mal explicadas, que se renovam a cada prefeito que assume; o mau atendimento na saúde em tempos normais e nenhuma iniciativa na preservação ambiental, são pequenos exemplos da realidade dos municípios do Amazonas, que apenas ficaram mais expostos na pandemia. Pouquíssimos prefeitos estão mostrando capacidade de gestão no enfrentamento ao cenário atual. A maioria repete o que sempre fazem: esperam proteção divina ou ação do governo estadual.

Segunda dose da vacina

Ao abrir a campanha de vacinação no Amazonas, na segunda-feira à noite, no Centro de Convenções Vasco Vasques, o governador Wilson Lima, garantiu que a segunda dose a ser aplicada em 28 dias também chegou a Manaus. Ele disse que o Ministério da Saúde confirmou que outras vacinas vão ser enviadas, tão logo estejam disponíveis pelo Ministério da Saúde.

Mau exemplo do prefeito

A 84 km de Manaus, o prefeito Anderson Souza, anunciou nas suas redes sociais, que o medicamento ivermectina será disponibilizado será na rede pública do município, a partir desta quarta-feira (20). Isto sem nenhuma comprovação científica da eficácia desse medicamento no tratamento do coronavírus.

Exemplo do Legislativo

Até esta terça-feira (19) a maior ação do presidente da Câmara Municipal de Manaus, David Reis (Avante), foi suspender os trabalhos presenciais na Casa até 31 de janeiro. Já em relação à crise de saúde em Manaus, nenhuma manifestação.

Distribuição de Vacinas

O governo do Estado confirmou para esta terça-feira o envio da vacina para o interior. Na noite de segunda-feira ( 18) Wilson Lima fez a entrega simbólica de vacina a prefeitos do interior, durante a solenidade no de Convenções Vasco Vasques.

Cobrança

A indígena e técnica em Enfermagem, Vanda Witoto, primeira pessoa a ser imunizada com a CoronaVac no Amazonas, aproveitou a oportunidade para cobrar das autoridade mais atenção à comunidade onde ela mora – o Parque das Tribos – onde, segundo ela, sequer há água potável e há 32 pessoas com Covid-19.

Sorteio da Sefaz é adiado para fevereiro

Em virtude do momento crítico da pandemia de coronavírus em Manaus, o sorteio especial da Campanha Nota Fiscal Amazonense, que seria realizado na próxima quarta-feira (20), foi adiado para o mês de fevereiro.

Assembleia faz sessão extraordinária

Nesta terça-feira (19) a Assembleia Legislativa realiza sessão extraordinária virtual para debater a crise na saúde do Estado. Começará às 9h e será transmitida pelas redes sociais da Casa, além da TV Aleam no canal 6 da Net e 33 aberto digital.

Matrículas suspensas

A Prefeitura de Presidente Figueiredo informou ontem que o início das matrículas do ano letivo de 2021, marcado para ontem (18) foi suspenso sem data definida, ainda, para ser realizado.


Compartilhe >
Facebook
Twitter
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *