Países da tríplice fronteiras vão debater mudanças climáticas

Seminário Internacional vai acontecer em Benjamin Constant, em agosto

Organização já revela dificuldades no transporte via fluvial

Juscelino Taketomi
Especial para o ÚNICO

Os preparativos para o Seminário Internacional sobre os Impactos das Mudanças Climáticas, programado para ocorrer entre os dias 29 e 30 de agosto em Benjamin Constant, estão em ritmo acelerado.

A coordenadora regional do Grupo de Trabalho Amazônico (GTA) do Alto Solimões, Gleissimar Castelo Branco, destaca a importância do evento, que reunirá a juventude e lideranças da Tríplice Fronteira entre Brasil, Colômbia e Peru.

Preocupações

A situação da estiagem no Alto Solimões já preocupa a região, afetando diretamente o transporte hidroviário. “O rio Solimões continua descendo, tem embarcação que já não vem mais para Benjamin Constant. Vamos verificar qual é a cota do rio na data de hoje para comparar com a do ano passado na mesma data para a gente ver qual é a diferença,” relatou Gleissimar. Problemas de transporte estão sendo enfrentados, e a estiagem tem se intensificado, isolando algumas áreas.

Gleissimar também mencionou sua participação na 6ª Assembleia Geral do Povo Kokama, que acontecerá neste final de semana em Fonte Boa, onde se discutirá as mudanças climáticas, a COP 30, e a organização de base do GTA.

“Na viagem para Fonte Boa, por causa da seca, terei que ir para Tabatinga pagando mais uma baleeira para poder chegar lá em Fonte Boa. E as baleeiras não vão mais voltar para Benjamin Constant a partir de sexta (5),” explicou.

A situação da estiagem no Rio Solimões se agrava, e as embarcações já anunciaram a suspensão de viagens para Benjamin Constant.

Impactos da mudança

O Seminário Internacional será uma oportunidade de debater os impactos das mudanças climáticas na juventude da Tríplice Fronteira.

“Nós iremos realizar um seminário internacional, em Benjamin Constant, para tratar da questão do impacto das mudanças climáticas envolvendo a juventude da Tríplice Fronteira. Serão convidadas lideranças dos municípios de toda a região, inclusive de países vizinhos,” informou Gleissimar ao ÚNICO.

O evento é organizado pelo Coletivo Flores de Munguba, com apoio do GTA e do Fundo Casa Socioambiental.

Plano de capacitação

Nesta sexta-feira, será anunciado um plano de capacitação para jovens sobre questões climáticas, em preparação para a 30ª Conferência sobre Mudanças Climáticas (COP30), que acontecerá em novembro de 2025 em Belém do Pará. Sila Mesquita, coordenadora nacional do GTA, estará presente em Benjamin Constant para apoiar a capacitação.

Recentemente, uma reunião foi realizada com o Ministério Público do Estado em Benjamin Constant, representado pelo promotor Dr. Alison Buchacher, para tratar de temas como mudanças climáticas, estiagem, protagonismo da juventude e a COP 30.

Gleissimar Castelo Branco é uma das coordenadoras do Grupo de Trabalho do Alto Solimões (Foto: Arquivo pessoal)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *