Padre diz que Rio Grande do Sul é da “bruxaria e satanismo”

Religioso critica “centros de macumba” de Porto Alegre

Ministério Público fez denúncia por intolerância religiosa

Um padre foi denunciado ao Ministério Público Federal (MPF) por comentários polêmicos sobre as enchentes no Rio Grande do Sul durante uma missa realizada na cidade de Naviraí, no interior de Mato Grosso do Sul.

O vídeo que circula nas redes sociais mostra o padre ao lado de uma bandeira do Rio Grande do Sul, afirmando que o estado é o “mais ateu” do país e que há muito tempo “abraçou a bruxaria e o satanismo” e esse seria o motivo da tragédia das enchentes que abalam o estado gaúcho há mais de 20 dias.

O deputado estadual do Rio Grande do Sul, Leonel Guterres Radde (PT), levou o caso ao MPF, acusando o padre de propagação de discurso de ódio e preconceito religioso. Segundo o deputado, a denúncia foi aceita e encaminhada à Secretaria das Promotorias de Justiça da Comarca de Araquari para investigação.

E você? O que acha disso?

Confira o vídeo:


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *