Organização de Economia Criativa convida empreendedores para se cadastrarem

Iniciativa vai abrir as portas para vendas no 1º Fórum Amazônia Criativa

Movimento é voltado para produtores de manufaturados, gastronomia, artesanato, etc

A OSC Valendo Economia Criativa da Amazônia lançou o Cadastro de Empreendedores Criativos do Amazonas. Com a ferramenta, na qual quem trabalha e investe na economia criativa no Amazonas poderá incluir seus dados, será possível reunir em um banco de dados os principais atores locais do setor.

Além de fazer um mapeamento do cenário atual do setor da economia no estado, o cadastro também servirá como uma prévia para a seleção de empreendedores que desejam participar como expositores no “Amazônia Criativa – 1º Fórum de Economia Criativa da Amazônia”, que será realizado entre os dias 11 e 17 de dezembro. Ou seja, trata-se de uma oportunidade real de vendas durante o 1º Fórum Amazônia Criativa.

“O cadastramento de empreendedores criativos para a primeira edição do ‘Amazônia Criativa’, que será realizado em Manaus em dezembro, inicia nossa movimentação para a aproximação e reconhecimento de empreendedores e seus negócios para um amplo calendário em 2024”, afirma Beto Contartesi, gestor da Valendo Economia Criativa.

Como se cadastrar

Para se cadastrar, o empreendedor deve acessar o endereço valendo.org.br/amazoniacriativa e clicar no botão cadastro expositores, localizado no canto superior direito do website. O cadastramento dos empreendedores interessados está disponível entre os dias 20 de novembro e 1º de dezembro.

O cadastramento é válido para empreendedores com atuação na venda de produtos criativos, tais como produtos manufaturados, produtos de base sustentável, produtos alimentícios sem manipulação ou preparação in loco, produtos de revenda com aplicações culturais, produtos naturais sem manipulação ou preparação in loco.

Gastronomia também pode

Empreendedores criativos com atuação no setor da gastronomia também estão aptos a fazer seu cadastro. Quem trabalha com fabricação e comercialização de bebidas alcoólicas e não alcoólicas, confeitaria e doces caseiros, fabricação e comercialização de alimentos regionais e de gastronomia nacional e/ou internacional também está no foco do cadastro.

O cadastro também é uma oportunidade de participar de outras iniciativas da Valendo Economia Criativa no futuro próximo. “Nossa ambição estratégica é lançar, durante o Fórum, um programa de desenvolvimento focado nos empreendimentos criativos em diversos setores para mapeamento de dados, capacitação e treinamento e geração de oportunidades econômicas”, afirma Contartesi.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *