Observe suas pernas e veja se você está com colesterol alto

Alguns sinais podem ser sentidos nos membros inferiores

Todas as avaliações devem sempre ser feita por médicos

Embora geralmente associado a problemas cardíacos, o colesterol alto também pode afetar outras partes do corpo, incluindo as pernas. Observar os sinais indicativos da condição exige modificações no estilo de vida e tratamento médico adequado para prevenir complicações e melhorar a saúde vascular.

É importante observar que esses sinais não são exclusivos do colesterol alto e podem ser causados por uma variedade de condições médicas.

Veja os sinais:

Dor nas pernas ao caminhar

Não ter firmeza nas pernas ou mancar de vez em quando é uma condição em que a circulação sanguínea para as pernas é prejudicada, devido ao estreitamento das artérias devido ao acúmulo de placas de colesterol. Isso pode resultar em dor ou desconforto nas pernas ao caminhar ou se exercitar, que melhora com o repouso.

Feridas nas pernas

Em casos graves de doença arterial periférica, causada pelo acúmulo de placas de colesterol nas artérias das pernas, podem ocorrer úlceras (feridas) na pele das pernas ou pés. Essas úlceras podem ser dolorosas e podem levar a complicações se não forem tratadas adequadamente.

Fraqueza ou fadiga

A redução do fluxo sanguíneo devido aos bloqueios arteriais por conta do colesterol alto pode resultar em fraqueza e fadiga nas pernas, principalmente após caminhar curtas distâncias.

Dormência ou formigamento

Os depósitos de colesterol podem impedir a função nervosa, causando a sensação de dormência, formigamento ou sensação de alfinetes e agulhas nas pernas.

Pele seca e com aparência pálida

O fluxo sanguíneo reduzido para as pernas devido ao estreitamento das artérias pode resultar em uma diminuição do suprimento de oxigênio e nutrientes para a pele, o que pode causar ressecamento, descamação e uma aparência pálida na pele das pernas.

Sensação de frio nas pernas

Uma circulação sanguínea comprometida devido ao colesterol alto pode resultar em uma sensação de frio nas pernas, mesmo em ambientes quentes. Isso ocorre porque o sangue não está fluindo adequadamente para fornecer calor às extremidades do corpo.

Alterações na cor da pele

Em casos avançados de doença arterial periférica, as pernas podem apresentar uma coloração azulada ou avermelhada devido à má circulação sanguínea. Essa descoloração pode ser mais evidente durante ou após a atividade física.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *