fbpx

O vice de Eduardo Braga sai de dentro do PT

Empresária chega a Manaus como pré-candidata ao governo

São oito os pré-candidatos ao Governo do Amazonas

Amazonino recebe homenagem em Itacoatiara

Denúncia contra Omar Aziz é arquivada

Comissão que investiga violência no Vale do Javari se reúne hoje para análise dos primeiros dados

Amazonas tem um município entre os 30 mais violentos do país

Deputado coloca limites na possibilidade de alteração do Imposto de Importação

Novo “chefão” da Zona Franca é também especialista no mercado de créditos de carbono

Fábrica chinesa pode aportar na ZFM para produção de motos elétricas

Franquia nacional de malas e bolsas prepara chegada na Zona Franca de Manaus

Mais de 250 mil estudantes voltam às escolas nesta semana

Passageiros vão poder pagar passagem de ônibus pelo celular em Manaus

Por Claudio Barboza e Solange Elias, com editorias do Único

O vice para Eduardo Braga

O ex-deputado federal e pré-candidato a deputado estadual Francisco Praciano, pode ter outro caminho nas eleições de 2022. Nos últimos dias aumentaram os rumores que ele pode ser o nome a ser disponibilizado para vice do pré-candidato Eduardo Braga (MDB), caso avancem as negociações envolvendo o senador e a direção nacional do PT. Eduardo tem bom trânsito junto a Lula e as possibilidades estão avançando.

Empresária quer a cadeira de Wilson Lima

A empresária Nair Blair vai chegar a Manaus nos próximos dias e desembarca como pré-candidata ao Governo do Amazonas. Nair esteve envolvida com fatos da cassação do ex-governador José Melo mas terminou sendo absolvida e agora retorna retorna a Manaus, disputando a indicação de ser candidata pelo Agir. Nos últimos anos ela tem passado temporadas no Rio de Janeiro.

Outro nome disputa a vaga com Nair Blair

Antes de Nair Blair anunciar sua pré-candidatura, outro filiado ao Agir, Dário do Agronegócio, ocupou espaço nas redes sociais anunciando sua pré candidatura. Agora o Agir vai decidir se vai de Dário ou de Nair.

Total de pré-candidatos ao governo

São oito o número de pré-candidatos ao governo do Amazonas nas eleições deste ano. Confira: Wilson Lima (União Brasil), Eduardo Braga (MDB), Amazonino Mendes (Cidadania), Marcelo Amil (PSOL), Ricardo Nicolau (Solidariedade), Carol Braz (PDT), Nair Blair (Agir) e Dário do Agronegócio, também do Agir.

Amazonino, agora, é itacoatiarense

O ex-governador Amazonino Mendes (Cidadania) foi agraciado ontem (5) com o título de Cidadão Itacoatiarense na Câmara Municipal de Itacoatiara. A propositura foi do vereador e ex-aluno formado em Medicina pela UEA, Robson Siqueira (PV), e aprovada por unanimidade pelos 17 parlamentares da Casa.

Denúncia contra Omar Aziz é arquivada

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), arquivou uma queixa-crime apresentada pela ex-secretária do Ministério da Saúde Mayra Pinheiro, conhecida como Capitão Cloroquina, contra os senadores Omar Aziz (PSD-AM) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Pinheiro reclamou que teve e-mails invadidos durante a investigação da CPI, mas a ministra Cármen Lúcia considerou que ela não conseguiu comprovar a reclamação.

Violência no Javari

A Comissão Temporária sobre a Criminalidade na Região Norte (CTENorte) se reúne nesta quarta-feira (6), às 10h, para debater os resultados obtidos após a visita feita no Vale do Javari no final de junho, no município de Atalaia do Norte, onde ocorreram os assassinatos do jornalista Dom Phillips e do indigenista Bruno Araújo. Presidente da comissão pela Câmara dos Deputados, o deputado federal Zé Ricardo (PT-AM) diz que “a região é caracterizada pela ausência do Estado”.

Japurá violenta

O Fórum Brasileiro de Segurança Pública identificou as 30 cidades mais violentas do país, entre 2019 a 2021, e apontou que 43% desses municípios ficam na Amazônia, 63% são rurais e nenhum tem mais de 30 mil habitantes. O Amazonas tem um município na lista: Japurá. Segundo o levantamento, a média nacional de mortes violentas intencionais é de 22,3 para cada 100 mil habitantes, enquanto que Japurá teve 114 mortes violentas intencionais a cada 100 mil habitantes.

Gato escaldado

O deputado federal Marcelo Ramos (PSD-AM) está comemorando a aprovação na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Câmara, de um Projeto de Lei de sua autoria, que coloca limites na atuação do Poder Executivo em alterações nas alíquotas do Imposto de Importação (II). Entre outros pontos, o texto prevê que mudanças no II só poderão ocorrer a cada três anos e a alteração não poderá ultrapassar 10%, para mais ou para menos, da alíquota vigente antes. Depois dos decretos do IPI, Marcelo considera melhor cortar no nascedouro qualquer outra jogada do governo Bolsonaro que pode prejudicar a Zona Franca de Manaus.

Especialista em carbono

O novo secretário de Produtividade e Empregos do Ministério da Economia, Alexandre Ywata – empossado nesta terça-feira no cargo – é considerado um especialista no mercado de créditos de carbono. Parece ser uma boa notícia para a Zona Franca, que agora vai estar sob sua supervisão.

Mais motos elétricas

Com o segmento de duas rodas consolidado em Manaus, fábricas de todo o mundo estão de olho na Zona Franca. Depois da indiana Bajaj Auto anunciar que chega em agosto, está forte o rumor entre o empresariado de que a chinesa Luyuan quer produzir motos elétricas na Zona Franca. A Luyuan é conhecida internacionalmente por sua “fábrica inteligente” que tem capacidade de montar uma motocicleta a cada 30 segundos.

De malas prontas

Quem também está arrumando as malas para chegar a Manaus é a marca Sestini, cujas franquias de bolsas, malas e acessórios atendem a mais de 60 pontos no país. A informação é do gerente de expansão, Guilherme Scarano, que diz que até o final de 2023 a meta é chegar a 100 novas lojas abertas, entrando, inclusive, em estados em que ainda não está presente, como é o caso do Amazonas.

Segundo semestre

Até o final desta semana, as escolas da rede municipal de ensino de Manaus terminam a reabertura do ano letivo. São mais de 250 mil estudantes de volta às salas de aula em 500 unidades escolares.

Ticket pelo celular

Os usuários de ônibus do transporte coletivo da capital amazonense poderão pagar a passagem por meio de um aplicativo no celular. A nova tecnologia está em fase de implantação, segundo informou o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU). Serão disponibilizadas plataformas de bilhetagem on-line, para aquisição de recargas, utilizar QR-Code para pagamentos, validar e gerenciar os créditos eletrônicos etc. De acordo com a Prefeitura de Manaus, o objetivo é diminuir a circulação de dinheiro nos coletivos. Ainda não há data para o aplicativo entrar em vigor.

SIGA O PORTAL ÚNICO:
https://portalunico.com/

Facebook:
Facebook.com/portalunico.com

Instagram:
https://instagram.com/portalunico?utm_medium=copy_link

Twitter:
https://twitter.com/PortalUnico?t=5LAn7TYhr43mFX0LTFQ2wA&s=09

FALE COM A GENTE

Solange Elias (EDITORA)
(92) 99105-7388

Guilherme Martins (TI/COMERCIAL)
(92) 99167-0515

CEO: Claudio Barboza
(92) 99116-1777

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.