Augusto-Bernardo-Cecílio-e1583413304424
O naufrágio da Humanidade – parte 2

Por: Augusto Bernardo Cecílio

Auditor fiscal e professor

O Sínodo da Amazônia e uma homenagem a um grande homem

Augusto

Augusto Pantoja

Começou o Sínodo da Amazônia. Lá discute-se a ação da Igreja Católica na Amazônia. Um dos pontos principais é a possibilidade de padres casados assumirem a ação pastoral. É uma oportunidade de uma “flexibilização” de um dogma da Igreja de São Pedro. Imediatamente me veio a mente a figura amada e inesquecível do meu amigo falecido, o “padre” Vitório Cestari. Padre, advogado, vereador em Manaus, amigo pessoal do nosso amigo também inesquecível e falecido, Fábio Lucena. O amigo e orientador “padre ZF”, como eu o chamava, conheceu sua encantadora “Mama” (como ele amorosamente a chamava) e teve seu enorme coração “roubado”. Com ela teve uma vida muito feliz e um casal de filhos lindos que seguiram seus passos na advocacia. Ele nunca abandonou a Igreja. Nas nossas andanças pelo interior e até nos bairros de Manaus, ele sempre levava seu missal e seus paramentos.Tenho certeza de duas coisas, de que ele é um Santo da nossa amada igreja e que com certeza estará presente em espírito no Sínodo influenciando favoravelmente a adição da medida!

Augusto Pantoja é advogado


Qual sua Opinião?

Confira Também