fbpx
28 de maio de 2022
O melhor do Brasil ainda é o brasileiro.

Coluna:

Por: Maria Ritah

Maria Ritah é atleta ultramaratonista, apresentadora e produtora do programa Conexão Gaia, da radio Logos FM 87.9. Contato comercial 92-991021957

O melhor do Brasil ainda é o brasileiro.

a24fb154e3e3e28535725ed3b64abcb0

Por Maria Ritah

Semana da minha Pátria amada Brasil…!!!

Sim. Eu sou brasileira e eu tenho uma história para contar.

Em 2008, eu atravessei o oceano Atlântico Sul, uma distância de oito mil quilômetros até África do Sul para correr a ultramaratona COMRADES MARATHON. Foi a minha primeira viagem internacional como ultramaratonista. Sem falar inglês e com a ajuda de um verbete de dicionário com explicações de como citar frases em inglês hahaha, fui com a cara, coragem e alguns dólares de sobrevivência para minha aventura ( rindo até 2030 rs*)

Como era minha estreia em longa distância oficial, eu queria muito correr com uma roupa onde as pessoas pudessem me ver e dizer, uma brasileira com certeza. É Brasil. Então, achei uma blusa da seleção de vôlei oficial, comprei a danada e parti. Não deu outra. As pessoas que me viam pelo caminho correndo os 89km, gritavam: -Ei, Brasil, vai Brasil..!!!!

Nessa hora em um lugar estranho, com pessoas estranhas, foi maravilhoso ouvir a platéia gritar meu nome e Brasil. Sempre fui bem recebida em todos os locais pelo qual corria. Nunca me senti só. E, desde sempre, quando corria pelo mundo afora, levava minha blusa do Brasil com muito orgulho.

Hoje, estamos numa crise de identidade nacional muito grande. Eu não sei vocês, mas me parece que está mais complicado vestir uma camisa do Brasil, no Brasil do que no exterior.

Estes dias eu estava correndo no Passeio do Mindu, no Parque Dez, com a famosa camisa do Brasil, quando uma pessoa me parou, e perguntou: -Ei Maria, você não tem medo de ser atacada? Você é a favor do Bolsonaro?

Eu não tinha entendido a inferência sobre política e minha amada camisa verde-amarelo. Eu a vesti por ser brasileira, e não como defensora de qualquer partido político.

O melhor do Brasil ainda é os brasileiros.

Essa nacionalização começa pelo paladar e esta frase foi dita pelo historiador Câmara Cascudo, um brasileiro que queria como epitáfio “Aqui jaz um brasileiro feliz”.

Utopia? Não amigos.

O melhor do Brasil não está estampado nas paginas dos jornais. Dados atualizados do IBGE, Julho 2020, diz que somos 211,8 milhões de brasileiros. Se tivermos a consciência de que o Brasil é dos brasileiros podemos chegar a outro patamar de uma sociedade, porque a esperança ainda não morreu.

Existem pessoas pelo Nordeste fazendo poços artesianos para comunidades carentes. Não ganha nada com isso, é trabalho voluntário, não rende dividendos políticos, nada. Precisamos voltar acreditar na ideia de bem-estar coletivo pelo povo e para o povo. Nós brasileiros somos um povo que ri das próprias mazelas e mesmo assim, com todos os problemas, vivemos num ambiente democrático.

Neste mundo pandêmico, vocês vão concordar comigo, há lugar pior que o Brasil. A economia brasileira não vai bem, mas isso também não é exclusividade nossa. Apesar do aumento da corrupção, da segregação racial, da saúde que ainda é pública – Viva o SUS!!!, estamos relativamente bem, melhor que muitos países por aí.

O Brasil não pode ser dividido em partidos. O Brasil é dos brasileiros.

Pense nisso!

Maria Ritah, é atleta ultramaratonista, apresentadora e produtora do programa Conexão Gaia, da radio Logos FM 87.9.

Qual sua Opinião?

Confira Também