R4vxaaAy_400x400
BBB e o Congresso Nacional

Por: Ademir Ramos

Professor, antropólogo, coordenador do projeto jaraqui, do NCPAM/UFAM vinculado ao Dpto. de Ciências Sociais.

O fantasma Wilson Lima assombra as eleições de Manaus

Governador-Wilson-Lima-Foto-Diego-Peres-Secom--768x512

Entre os amigos de “copo e de cruz”, quando apresentamos um fulano à mesa, a exclamação é geral: “gente boa, mas se puder evitar…”

O enredo da confraria do “Pé inchado” remete-nos aos bastidores das eleições municipais de Manaus assombrada pelo fantasma Wilson Lima.

Recentemente, o interlocutor questionava o imobilismo do Roberto Cidade, considerando o poderio de fogo que tem e domina tanto na Assembleia Legislativa do Estado como também junto ao governador do Amazonas, Wilson Lima.

Dos pretensos cândidos à Prefeitura de Manaus, Roberto Cidade é o mais próximo do governador, no entanto, não consegue decolar e o pior de tudo quando questionado sobre tal imobilismo eleitoral, os assistentes afirmam que abraçado com Wilson Lima, ele, Roberto Cidade, “não vai longe”.

O fato é que o Cidade está pendurado entre o terceiro e quarto lugar nas pesquisas de opinião. E, segundo, os seus considerados a razão desse atraso é o Wilson Lima.

Por outro lado, a galera do governador refuta tal assertiva, chegando a dizer que “o Cidade até governador já foi, mas, é tão mala que só faz embiocar. Por falta de vento não é.”

É claro que nenhum dos candidato da constelação partidária do governador vai negar o apoio do Wilson Lima em sua chapa à Prefeitura de Manaus. No entanto, eles tem evitado. Mas, o fantasma assombra a todos, em particular, o Roberto Cidade que vendeu a alma, comprometendo, dessa forma, a autonomia do Poder Legislativo Estadual.

Nesse cenário, entre os pretensos Prefeito de Manaus, o mais independente tem sido o jovem deputado Amom Mandel, com uma postura crítica responsável avança “entre tapas e beijos” animando cada vez mais o seu bloco, sabedor de que sofrerá novas agressões e terá pela frente muita “casca de banana” em sua trajetória.

Só sei dizer que o deputado é tinhoso e os fatos justificam suas determinações, realinhando, dessa feita, as relações com o governo do Amazonas animado pelos encantos da deusa da Fortuna que tem feito sua Pipa empinar na casa dos dois dígitos.

Sei não Mano, “mas se puder evitar….”


Qual sua Opinião?

Confira Também