Novo presidente do Boi Garantido diz que precisa captar R$ 2 milhões

Adson Silveira assumiu após o afastamento de Antônio Andrade

Comissão interventora vai assumir comando durante 30 dias

A quatro dias do início do 56° Festival Folclórico de Parintins, a Comissão de Ética e o Conselho Fiscal do Boi Bumbá Garantido afastaram do comando da agremiação o presidente, Antônio Andrade, e a vice-presidente Ida Silva. Uma comissão interventora foi nomeada, com o diretor administrativo Adson Silveira sendo nomeado presidente, com os membros, Ana Miranda, Ana Lúcia Holanda, Ana Paula Perrone e Ana Cláudia Santos. A comissão tem mandato de 30 dias.

Dívidas de R$ 2 milhões

Durante o ensaio geral do Garantido, na noite desta sexta-feira (24), Adson Silveira deu entrevista coletiva já na condição de presidente e assegurou que o Garantido entra na arena, porque já está todo pronto, e que a comissão vai tentar captar pelo menos R$ 2 milhões para pagamento de dívidas trabalhistas. “Precisamos, no mínimo, de R$ 2 milhões para fechar o Garantido e chegar bem na Arena”, disse ele. “Tenho certeza que vamos conseguir pagar todas as contas do boi bumbá”, completou.

Alegorias vão para o bumbódromo

Adson Silveira acrescentou que, neste sábado (24), todas as alegorias que já estão prontas começam a ser levadas para o bumbódromo. “A decisão tomada pelo Conselho Fiscal não afeta a execução da festa”, afirmou.

Afastamento de Andrade

O ex-presidente do Garantido, Antônio Andrade, foi afastado após uma denúncia feita pelo Conselho Fiscal ao Conselho de Ética.

Com informações do BNC, A Crítica e portal AM em Foco


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *