Na reabertura do Congresso, Lula defende o diálogo

Mensagem foi enviada aos congressistas por escrito

Presidente cita programas sociais e projetos do governo

Brasília (ÚNICO) – Em mensagem enviada ao Congresso, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um balanço das realizações dos parlamentares e do Executivo em 2023, consideradas importantes para o país e ainda defendeu o diálogo como forma de superar “preferências políticas e filiações partidárias”.

O discurso de Lula – que não compareceu à cerimônia de reabertura do Congresso Nacional, nesta segunda-feira – foi lido pelo primeiro-secretário senador Luciano Bivar (União Brasil-PE).

“Os Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, ao longo do ano, mantiveram-se firmes nas respostas aos temas mais urgentes. E, também, no enfrentamento a questões que há tempos aguardavam soluções adequadas. Foi assim no dia 8 de janeiro de 2023, quando nossa resposta à insanidade dos golpistas foi tornar a democracia brasileira ainda mais forte e nossas instituições ainda mais sólidas”, diz o texto assinado por Lula.

Diálogo entre os poderes

Em outro momento do texto, destacou o diálogo entre os Poderes e com a sociedade civil.
“O diálogo é condição necessária para a democracia. Diálogo que supera filiações partidárias. Que ultrapassa preferências políticas ou disputas eleitorais. Que é, antes de tudo, uma obrigação republicana que todos nós, representantes eleitos pelo povo, temos que cumprir”, afirmou.

Programas do governo

No discurso, Lula citou também a volta de programas criados em mandatos anteriores, como o Bolsa Família; o Minha Casa Minha Vida; o Mais Médicos; e a Farmácia Popular. E falou ainda sobre as metas para o meio ambiente, assistência social, combate à violência de gênero, defesa dos povos indígenas, política industrial, etc.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *