Mulheres disputam prefeituras em 16 dos 62 municípios do Amazonas

Mas elas só têm a preferência do eleitorado em cinco cidades

Anamã é exemplo de empoderamento feminino

Solange Elias
Da redação do ÚNICO
Com informações do Instituto Perspectiva

Entre os 62 municípios do Amazonas, as mulheres aparecem como possíveis candidatas à prefeitura nas eleições de 2023 em apenas 16. É o que mostra a série de pesquisas eleitorais feitas pelo Instituto Perspectiva, Mercado e Opinião, nos últimos dois meses. Todas as cidades amazonenses foram pesquisadas e os homens dominam a preferência em 75% dos municípios. O levantamento levou em consideração os percentuais das respostas estimuladas (aquela em que os nomes dos candidatos são apresentados aos eleitores).

Na liderança

Valcileia Maciel – Manacapuru
Patrícia Lopes – Presidente Figueiredo

Entre os 16 municípios onde elas aparecem nas pesquisas, em apenas cinco lideram a corrida pela prefeitura: em Manacapuru, a vice-prefeita Valcileia Maciel tem 34,1% das intenções de voto contra 20% do secretário de Comunicação Franz Melendez.


Em Presidente Figueiredo,a atual prefeita Patrícia Lopes tem 32,2% das intenções de voto e, apesar do percentual maior do que o segundo colocado – Ricelli Pontes com 27,6% – ainda enfrenta um empate técnico.


Em Rio Preto da Eva, a atual secretária de Educação Socorro Nogueira, levaria a cadeira com 38,2% se as eleições fossem hoje, contra o segundo colocado o ex-prefeito Adail Paz com 17,5% dos votos.


No município de Nhamundá, a atual prefeita Marina Pandolfo se reelegeria facilmente com 60% dos votos, contra o ex-prefeito (que já foi seu aliado e agora é adversário) Gledson Hadson Paulain, mais conhecido como Nenê Machado, que tem 16% das citações dos eleitores.


E em Amaturá, a ex-secretária municipal de Saúde, Nazaré Rocha venceria o ex-prefeito José Augusto Barrozo Eufrásio, o Zezinho Eufrásio, com mais de 23 pontos de diferença. Ela teve 37,2% e ele 14,1% nas pesquisas.

Na disputa

As pesquisas da Perspectiva mostram também que em Maués, a candidata Macelly Veras está pressionando o candidato do prefeito Júnior Leite, o vice-prefeito Mazzini Leite. Ele tem 37,7% das intenções de voto e ela 30,3%.


Em Boca do Acre, a atual vice-prefeita Luciana Melo, com 24,1%, supera o secretário de Saúde do município, Manuel Barbosa (15,3%) e também Gean Barros (15,3%), que é o atual prefeito de Lábrea, mas quer disputar em Boca do Acre. Em empate técnico com os dois, está mais uma mulher: a vereadora Taísa Onofre, com 14,7%.


Em Nova Olinda do Norte,a secretária de Educação, professora Aracy Cunha, está num distante segundo lugar nas intenções de voto (15,2%) contra o atual vice-prefeito Noé Barros (36,4%).


O quadro se repete em Jutaí, onde Antônio Francisco de Lima, o Chiquinho Garimpeiro, venceria as eleições, se fossem hoje, com 35,1% dos votos contra 26% da atual vice-prefeita, Mercedes Vargas.


Em Beruri, líder comunitário Emerson Melo tem a preferência de 54,5% do eleitorado contra a vereadora Dona Elis, com 12,6%. Em Urucará, o vereador Mateus Garcia tem 32% e a atual vice-prefeita Ana Tereza Guimarães tem 21,2%. Em Envira o prefeito Ruan Mattos possui 39% da preferência entre os eleitores e a segunda colocada é Altina, que não tem redes sociais, não foi candidata a nada e não tem referências no mundo virtual, com 17,6%.


Em Uarini, Simone Soares, que foi candidata a prefeita nas eleições de 2020, tem apenas 14,7% da preferência dos eleitores, contra 58,7% do empresário do ramo de combustíveis Marcos Martins.
Em Itamarati, o atual prefeito João Campelo tem a esmagadora maioria dos votos (70%), contra a ex-candidata a prefeita em 2020, Graciene Nogueira Feitosa, mais conhecida por “Santa”.

Domínio feminino

Brena Dianná – Parintins
Michele Valadares – Parintins

Apenas em Parintins e Anamã as mulheres dominam as primeiras posições. No primeiro caso, a vereadora Brena Dianná tem 23,4%, uma ligeira vantagem e dentro da margem de erro um empate técnico, com a ex-secretária municipal e ex-esposa do atual prefeito, Bi Garcia, Michele Valadares com 19,4% das intenções de voto.

O caso único de Anamã

Mas é em Anamã onde elas imperam. Segundo a pesquisa, as quatro primeiras posições na corrida eleitoral são ocupadas pelo sexo feminino. A liderança está com a vereadora Jéssica Conegundes (31,1%), mas logo em seguida, em empate técnico, está a ex-primeira-dama Kátia Dantas com 27,7%. Quase 10 pontos atrás está Gelciane Ferreira Gomes, a “Ana do Jandeco”, que foi candidata a prefeita em 2020, com 18,7%. E a quarta posição é da advogada Yamile Viana, que também já disputou a prefeitura, em 2016, e teria 3,5% dos votos.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *